segunda, 16 de julho de 2018

SEGURANÇA

Trad autoriza abertura de concurso para aumentar efetivo da Guarda Municipal

Segundo secretaria, cerca de 310 vagas serão abertas para atender Ministério Público

10 ABR 2018Por RAFAEL RIBEIRO18h:16

O prefeito Marcos Trad (PSD) anunciou, na edição desta terça-feira (10) do Diário Oficial do Município, a autorização para a abertura de concurso público para a contratação de novos integrantes da Guarda Civil Municipal.

Conforme o Portal Correio do Estado apurou, a expectativa é que o lançamento do edital e a realização do certame aconteçam no segundo semestre deste ano.

A meta do Executivo municipal é chamar ao menos cerca de 310 selecionados pelo concurso, preenchendo assim vagas existentes vazias há quase uma década para completar o efetivo da corporação.

O secretário Municipal de Segurança e Defesa Social, Valério Azambuja, informou que a meta é fazer com que Campo Grande cumpra, enfim, Termo de Ajustamento de Conduta do Ministério Público Estadual, assinado em 2008, na gestão de Nelson Trad Filho (atual PTB) e que não foi cumprido pelos antecessores Alcides Benal (PP) e Gilmar Olarte (atualmente sem partido).

Isso porque o efetivo atual da Guarda é de cerca de 1.175 integrantes. E o número ideal exigido pelo MPE no TAC é de 1.488, exatos. Ou seja, 313 novos precisariam ser contratados.

A diferença aumentou ao longo dos anos por causa dos pedidos de baixas de guardas que trocaram de corporação, passando em concursos de outras forças de segurança estaduais ou federais, ou até mesmo aposentadoria, desistências e baixas médicas.

Azambuja não descarta, contudo, aumentar o número de vagas que devem ser oferecidas. Campo Grande pode, segundo a Lei Federal 13.022/2014, ter no máximo 1.600 guardas. O Texto determina que a corporação não pode ter efetivo superior a 0,2% da população em municípios com mais de 500 mil habitantes. 

Leia Também