PRONATEC

Programa federal oferece 1,7 mil vagas para cursos de qalificação em MS

A oportunidade é do Pronatec através do Senai de MS
04/09/2015 23:00 - DA REDAÇÃO


Interessados em estudar e aprender uma profissão terão oportunidade em Mato Grosso do Sul. A Formação Inicial Continuada (FIC) do programa do governo Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Trabalho e Emprego) está oferecendo através do Senai, 1.715 vagas distribuídas por 52 cursos gratuitos oferecidos em 38 municípios do Estado.

Os municípios beneficiados são Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Sidrolândia, Naviraí, Rio Verde, Aparecida do Taboado, Maracaju, Campo Grande, Corumbá, Dourados, Três Lagoas, Batayporã, Novo Horizonte, Antônio João, Bela Vista, Jardim, Água Clara, Miranda, Alcinópolis, Camapuã, Coxim, São Gabriel do Oeste, Cassilândia, Chapadão do Sul, Paranaíba, Terenos, Eldorado, Juti, Mundo Novo, Naviraí, Sete Quedas, Tacuru, Amambai, Caarapó, Coronel Sapucaia, Douradina, Ponta Porã e Rio Brilhante.

As vagas serão distribuídas segundo cronograma de cada unidade operacional do Senai e, por isso, os interessados têm de ficar atentos à divulgação relativa ao início das inscrições, lembrando que nas cidades onde não há agências ou centros tecnológicos as pessoas devem procurar as prefeituras municipais.

Os 52 cursos oferecidos no Estado são: aplicador de sistemas de proteção de pisos e revestimentos, caldeireiro, eletromecânico de automóveis, agente de limpeza urbana, costureiro de máquina reta e overloque, mecânico de motores a diesel, eletricista industrial, ajustador mecânico, soldador de estruturas e tubulação no processo mig/mag, confeiteiro, pedreiro de alvenaria, padeiro, salgadeiro, operador de máquinas e implementos agrícolas, eletricista de automóveis, almoxarife, inspetor de qualidade, operador de pá carregadeira, operador de fresadora com comando numérico computadorizado, mecânico de máquinas industriais, mecânico de bombas hidráulicas, desenhista mecânico, pedreiro de revestimentos em argamassa, torneiro mecânico , soldador no processo eletrodo revestido aço carbono e aço baixa liga, encanador instalador predial, operador de movimentação de cargas, mecânico de usinagem convencional, operador de pontes rolantes, maçariqueiro, operador de computador, produtor de embutidos e defumados, serigrafia e artesão de cerâmica.

Para completar a lista ainda há os seguintes cursos: aplicador de revestimento cerâmico, encanador instalador predial, pintor de obras imobiliárias, eletricista instalador predial de baixa tensão, mecânico de máquinas de costura, instalador e reparador de redes, cabos e equipamentos telefônicos, instalador e reparador de linhas e sistemas de telefonia, instalador e reparador de rede de TV a cabo, reciclador, operador de computador, montador e reparador de computador, costureiro industrial do vestuário, masseiro, eletricista de rede de distribuição de energia elétrica, confeiteiro, confeccionador de lingerie e moda praia, operador de máquinas e implementos agrícolas.

Serviço - Mais informações podem ser obtidas nas unidades operacionais do Senai em Aparecida do Taboado (67) 9604-2677, Campo Grande (67) 3321-0421, Corumbá (67)3234-2800, Dourados (67) 3411-2600, Deodápolis (67) 3448-2491, Ivinhema (67) 3442-5611, Maracaju (67) 9211-9944, Naviraí (67) 3461-2141, Nova Alvorada do Sul (67) 3456-3074, Nova Andradina (67) 3441-4912, Rio Verde (67) 3292-1747 ou (67) 3292-3449, Sidrolândia (67) 3272-5959, Sonora (67) 3254-3613 e Três Lagoas (67) 3521-3630.


 

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".