Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

SERRADINHO

STJ nega recurso e prefeitura deve indenizar moradores por alagamentos

Sistema ineficiente de drenagm causa alagamentos constantes no Serradinho

20 AGO 19 - 20h:24GLAUCEA VACCARI

Ministro João Otávio de Noronha, do Superior Tribunal de Justiça, negou recurso interposto pela Prefeitura de Campo Grande e manteve decisão que condena o Município a indenizar moradores do bairro Serradinho por danos materiais, pagar R$ 70 mil de indenização a 32 moradores da Rua Teófilo Otoni por danos materiais e realizar serviços ou obrasa par resolver problemas de drenagem no bairro, que alaga frequentemente durante as chuvas. Ação corre desde 2016 e decisão do STJ foi dada no início deste mês.

Ministério Público Estadual entrou com ação civil para cobrar do município obras de drenagem no local. Conforme a denúncia, houve inúmeras reclamações de moradores da rua Teófilo Otoni de que, no local, ocorrem severos alagamentos em dias de chuva, com água que entra nas residências, gerando danos, além de causar proliferação de aniamsi como ratos e escorpiões. Ainda conforme a ação civil, prefeitura só estaria tomando medidas paliativas, como limpeza de bocas de lobo, e não soluções para o problema de drenagem pluvial da região.

Em novembro de 20017, juiz David de Oliveira Gomes Filho, da 2ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, deu prazo de um ano para que o município de Campo Grande realizasse obras para solucionar problemas de drenagem, sob pena de multa no valor de R$ 1 milhão por mês de descumprimento da medida, destinada para a gestão de conservação da Area de Proteção Ambiental (APA) do Guariroba.

Mas, para o magistrado, as medidas tomadas pelo município, como limpeza de bueiros e tubulações, não passam de  paliativas. Prefeitura recorreu e, em segunda instância, teve o pedido negado, entrando com novo recurso, desta vez no STJ, que também foi negado.

Dessa forma, fica a prefeitura condenada nos termos da decisão do juiz David de Oliveira Gomes Filho.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Ministério da Saúde descarta caso de coronavírus no RJ

Com maiores salários, Tribunal de Justiça poderá ter mais três desembargadores
MATO GROSSO DO SUL

Com maiores salários, Tribunal de Justiça poderá ter mais três desembargadores

Por dia, Campo Grande registra mais de um ataque de escorpião
CUIDADO

Por dia, Campo Grande registra mais de um ataque de escorpião

Pacote de R$ 3 bilhões em <br> obras será lançado em março
GOVERNO DO ESTADO

Pacote de R$ 3 bilhões em
obras será lançado em março

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião