Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PAI E FILHO

Sobreviventes de acidente na BR-163 permanecem internados no hospital

Duas mulheres morreram carbonizadas dentro do veículo
16/09/2017 17:18 - BRUNA AQUINO E RODOLFO CÉSAR


 

Luiz Modesto de Jesus, 68, e o filho Dyego Martins Modesto, 26, permanecem internados na Santa Casa em Campo Grande. Pai e filho são sobreviventes do acidente que aconteceu na BR-163 próximo ao distrito de Anhanduí, em Campo Grande.

Segundo informações da Santa Casa, Luiz sofreu queimaduras de 2° e 3° graus, está consciente, mas permance sob cuidados no Pronto Med. O filho teve queimaduras na face, no toráx e pernas, está em observação no pronto socorro e não há informação se ele passará por cirurgia ainda hoje.

ACIDENTE

Condutores de um Gol e uma caminhonete Nissan Frontier envolveram-se em acidente ontem à noite. O Gol onde as vítimas estavam pegou fogo e foi completamente consumido pelas chamas. A Polícia Civil conseguiu identificar Anete Martins da Costa, de 59 anos, ex-mulher do Luiz Modesto. Outra vítima é Marly, esposa de Luiz e era amiga de Anete. 

A colisão foi traseira, mas ainda não há confirmação de qual veículo atingiu o outro. Familiar de uma das vítimas mencionou que o veículo menor foi atingido pela caminhonete. Na colisão ficaram feridos Regis Fernando de Oliveira Barboza, 53 anos, Luiz Modesto de Jesus, 68 anos, e Dyego Martins Modesto, 26 anos.

Detalhes do que causou o acidente não foram repassados pela Polícia Civil. O delegado que registrou a ocorrência foi Tiago Macedo dos Santos, da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do bairro Piratininga. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) deu suporte no acidente, mas não confirmou os motivos da batida.


 

Felpuda


Vereador de Campo Grande fez pronunciamento com forte teor preconceituoso que obviamente não agradou, principalmente as mulheres. A repercussão negativa foi grande e ele teve de ler cobras e lagartos em seu perfil nas redes sociais. Assim, correu para publicar nota de esclarecimento tentando colocar panos quentes e se comprometendo a, já na próxima sessão, solicitar a retirada de sua fala dos chamados “anais da Casa”. Também, pudera!