Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TEMPO

Semana será marcada por pancadas<br> de chuva em Mato Grosso do Sul

Tempo nublado em várias regiões do estado
07/10/2019 07:41 - BRUNA AQUINO


 

A semana começou com tempo nublado e promete continuar com chuva até quinta-feira (10) em Mato Grosso do Sul. Nesta segunda-feira, o tempo estará mais instável e nublado com pancadas de chuva e trovoadas ocasionais por vezes fortes no centro-norte e nordeste do estado. As temperaturas diminuem do sudoeste do estado, que pode chegar a 16°C.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), na terça-feira a instabilidade diminui a partir do sudoeste do estado e onde haverá névoa úmida e nevoeiros isolados na região. Chuvas isoladas ainda podem ser observadas e as mais intensas concentram-se no centro-norte e nordeste do estado. Na quarta e quinta-feira, haverá sol com poucas nuvens, exceto no norte e nordeste de MS. 

REGIÕES DE MS

Na região centro- norte de Mato Grosso do Sul, o tempo será nublado com chuva isolada durante todo o dia. A temperatura mínima será de 22°C. 

Já no leste e oeste do Estado, haverá tempo parcialmente nublado com possibilidade de chuva apenas a tarde e noite. A máxima nas cidades dessa região, como Nova Andradina, Três Lagoas e Paranaíba é de 33°C. 

No Pantanal Sul-mato-grossense, que compreende as cidades de Aquidauana, Corumbá e Ladário, a máxima será de 31°C e não haverá chuva nesta região.

Nas regiões sul e sudoeste de Mato Grosso do Sul as temperaturas caem para 16°C e assim como a região do pantanal, não chove. Fazem parte da região sul as cidades de Dourados, Ponta Porã, Bodoquena e Iguatemi. 

CAPITAL
Em Campo Grande, a previsão é apenas de tempo nublado com pancadas de chuva apenas a noite. A temperatura mínima marca 19°C e a umidade do ar aumenta passando para 45%.

Felpuda


Engana-se quem acha que diminuiu a voracidade de ter fatia de cobiçado bolo por parte de “quem manda”. O recuo realmente houve, mas só por enquanto e por uma questão de estratégia, até porque, nas primeiras investidas, as portas não se abriram. E continuam fechadas. Mas quem conhece bem a dita figurinha aposta que ela não desistirá até encontrar, digamos,  um “chaveiro amigo”. Essa gente não sossega nem diante da pandemia... Afe!