Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SIDROLÂNDIA

Sem-terra são removidos de usina em reintegração de posse

Santa Olinda era ocupada por famílias desde o dia 5 de janeiro
29/01/2015 10:46 - DA REDAÇÃO


 

A reintegração de posse da Usina Santa Olinda, ocupada desde o último dia 5 por um grupo de famílias ligadas ao Movimento Sem-Terra (MST), transcorre de forma tranquila na manhã desta quinta-feira (29), no distrito Quebra Coco, em Sidrolândia (MS).

Os sem-terra estão deixando a área sem resistência, segundo o site Região News. A Polícia Militar está no local desde às 6h.  Foram mobilizados 122 homens do Batalhão de Choque, em sete viaturas, dois ônibus, uma unidade de resgate do Corpo de Bombeiros, outra de combate a incêndio, além de uma ambulância.

Segundo o comandante da operação, major Polenti, quando a tropa chegou, 70 famílias estavam no local. O representante da Usina Olinda disponibilizou caminhões para os sem-terra levarem seus pertences. 

Felpuda


Em uma das eleições em MS, candidato já oficializado na convenção corria o trecho para conquistar os eleitores. Mal sabia, porém, que time do seu partido e de aliados estava tramando sua derrubada para emplacar substituto que teria mais votos. Por muito pouco, o dito-cujo não foi guilhotinado, conseguindo salvar o pescoço. Agora tudo indica que o mesmo processo estaria em andamento e seria mais fácil, pois a “vítima” desta vez ainda é só pré-candidato. Dizem que a “turma da trairagem” tem know-now no assunto.