Campo Grande - MS, terça, 14 de agosto de 2018

LIXO

Sem receber salários, garis devem
entrar em greve nesta terça-feira

Apenas coleta de lixo hospitalar será mantida pelos colaboradores

9 OUT 2017Por YARIMA MECCHI10h:30

Os cerca de 1,2 mil funcionários da concessionária CG Solurb não receberam os salários até a tarde de hoje e podem paralisar a coleta de lixo caso o dinheiro não seja depositado até às 7h15 de amanhã. Assembléia será realizada após esse horário para definir se haverá greve.

Revoltados com situação, os responsáveis pela limpeza de Campo Grande se recusaram a sair da garagem hoje e os caminhões de coleta de lixo que começam a rodar às 7h, partiram somente por volta das 9h.

Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Empresas de Asseio e Conservação (Steac-MS), Wilson Gomes, na quinta-feira (5) a Solurb encaminhou um ofício alegando que não recebeu da Prefeitura Municipal de Campo Grande e consequentemente atrasaria o pagamento dos colaboradores.

“No ofício, informaram que estão aguardando um pagamento da prefeitura e vão nos pagar dia 10. Amanhã, a partir das 7h15, vamos fazer assembleia e podemos para se não pagarem ainda hoje. Eles têm que trabalhar com margem para pagar”, destacou Wilson. 

O representante da categoria afirmou que na sexta-feira (6) entregou um ofício na empresa informando que caso o salário não fosse pago em 72h a categoria entraria em greve. O prazo vence às 7h15, por isso assembleia será realizada após esse horário.

Ainda segundo Gomes, nesta manhã houve atraso na saída dos caminhões de coleta porque os funcionários não se conformam com a situação.

“Eu vim aqui na garagem para conversar e convencer que nossa greve só pode começar amanhã. Hoje a greve é considerada ilegal. Demorou, mas os caminhões estão saindo”, disse.

A empresa foi procurada pela reportagem, mas até a publicação deste material não respondeu a demanda.

*Matéria atualizada às 17h49 

Leia Também