Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

DESDE 2018

Sem receber do Detran, Perkons desliga radares em vias estaduais

Empresa comunicou medida por meio de nota

15 AGO 19 - 10h:10EDUARDO PENEDO

Em menos de um mês, a Perkons , empresa detentora dos radares em Mato Grosso do Sul, desligou pela segunda vez os os 114 equipamentos redutores de velocidade instalados no Estado. O motivo é o mesmo: uma dívida alegada de R$ 10,4 milhões não paga pelo Governo do Estado. Os radares instalados no Parque dos Poderes já foram desligados. 

A último vez que a Perkons suspendeu o serviço foi em 25 de julho. As alegações eram as mesmas. 

Na oportunidade, a empresa esclareceu que a falta de pagamento vinha causando desequilíbrio contratual, tornando onerosa e inviável a continuidade dos serviços, que foram interrompidos diante de todas as tentativas e prazos de recebimento transcorrerem sem que houvesse qualquer pronunciamento do órgão.  

De acordo com a nota, a empresa teria sido procurada pelo Detran-MS em 26 de julho e recebeu o pagamento parcial da dívida, no valor de R$1,4 milhão, retomando integralmente a prestação dos serviços. "Em mais uma nota de esclarecimento à sociedade, a Perkons expôs ter notificado o órgão sobre a necessidade de um plano de quitação do montante devido num prazo de dez dias", diz o texto.  

Segundo a Perkons, o prazo expirou e a empresa tentou se reunir com o Detran e a Secretaria de Estado da Fazenda no último dia 6, onde foi solicitada prorrogação de prazo até o dia 9 para a apresentação do cronograma de pagamento da dívida, cujo valor atual é de R$10,4 milhões. "Entretanto, mais uma vez não houve qualquer manifestação ou providência de ambos", alega a empresa, no mesmo texto.  

"Diante do cenário exposto, não há, neste momento, possibilidade de permanência dos serviços prestados pela Perkons. Assim, a partir de hoje, 15/08/2019, daremos início ao desligamento dos equipamentos e à interrupção dos serviços prestados pela empresa, tratando-se de um direito amparado no art. 78, inc. XV da Lei 8.666/93", ratifica a Perkons em seu texto.

O Correio do Estado tentou entrar em contato com o diretor-presidente do Detran-MS, Luiz Carlos Rocha Lima, mas o celular dele deu sinal de desligado. A reportagem aguarda resposta do Detran, não enviada até a publicação desta reportagem.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Governo abre licitação <br> para retomada do Aquário
MENOR PREÇO

Governo abre licitação
para retomada do Aquário

Temporal com ventos fortes e granizo causa estragos em Ponta Porã
INTERIOR

Temporal com ventos fortes e granizo causa estragos

Trecho da 14, entre 26 de Agosto e Fernando Corrêa, é interditado
REVIVA CAMPO GRANDE

Trecho da 14 é interditado entre a 26 e Fernando Corrêa

Corumbá é 2ª cidade do País <BR>com mais focos de queimadas
PANTANAL EM CHAMAS

Corumbá é 2ª cidade do País
com mais focos de queimadas

Mais Lidas