Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Saúde

Sem médicos nos plantões, MPE quer que prefeitura acabe com “sobreaviso”

Recomendação foi feita depois de inquérito apurar ausência de médicos nos plantões

27 AGO 15 - 08h:00ALINY MARY DIAS

Depois de uma série de investigações que iniciaram no ano passado, o Ministério Público Estadual (MPE) recomendou que prefeitura acabe com plantões de “sobreaviso” e coloquem médicos presenciais nos atendimentos de urgência e emergência.

A recomendação foi publicada na edição desta quinta-feira (27) do Diário Oficial do órgão e foi formulada pela promotora Andréa de Souza Resende destinada ao prefeito de Inocência, cidade distante 321 quilômetros da Capital, ao secretário de saúde do município e ao diretor do Hospital Municipal da cidade.

Conforme o documento, inquérito foi instaurado no ano passado para apurar as denúncias de que médicos não permaneciam presencialmente nos plantões. Os plantões no hospital eram realizados no modelo de “sobreaviso”, ou seja, os médicos eram chamados a unidade se alguém paciente precisasse.

Na recomendação, a promotora recomenda que a prefeitura regularize os plantões em 30 dias e sigam o que preconiza resolução do Conselho Federal de Medicina, que exige os médicos presencialmente em plantões de urgência e emergência.

Além do prazo de 30 dias, o prefeito e os responsáveis pela saúde do município terão 15 dias para responder ao MPE se acatarão a recomendação.

O prefeito Antonio Ângelo dos Santos (DEM) deve ser notificado da recomendação nos próximo dias.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Programa para jovens de Campo Grande é vencedor de prêmio nacional
LEVANTA JUVENTUDE

Programa para jovens de Campo Grande é vencedor de prêmio nacional

Após erro, prefeitura vai oficializar via lei prazo maior para lei de transporte por aplicativo
REVIRAVOLTA

Após erro, prefeito vai oficializar via lei prazo maior para lei de transporte por aplicativo

Prefeito veta projeto que obrigava espaço para venda de cerveja artesanal em eventos públicos
CAMPO GRANDE

Prefeito veta projeto que obrigava espaço para venda de cerveja artesanal em eventos públicos

Decreto é publicado e tarifa de ônibus volta a R$ 4,10 amanhã
TRANSPORTE COLETIVO

Decreto é publicado e tarifa de ônibus volta a R$ 4,10 amanhã

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião