Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SEGURANÇA

Secretaria vai padronizar registros de feminicídio em Mato Grosso do Sul

Medida visa garantir que não haja prejuízos no atendimento
09/03/2018 08:57 - RENAN NUCCI


 

A Secretária Estadual de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) vai padronizar procedimentos para atendimento de crimes de feminicídio em Mato Grosso do Sul. A medida, publicada no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira, tem por objetivo criar manual de instrução para que todas as ocorrências sejam registradas de maneira uniforme, sem que haja prejuízo no atendimento.

De acordo com o Decreto 14.959, instituído pelo governador Reinaldo Azambuja, o secretário Antônio Carlos Videira, titular da Sejusp, foi autorizado a elaborar o manual que terá por finalidade “adotar procedimento comum e uniforme das atividades e das ações a serem desenvolvidas pelas instituições, para atendimento específico em situações de violência contra a mulher”.

Caberá ao gestor de cada órgão de segurança, como por exemplo a Polícia Civil e a Polícia Militar, regulamentar as disposições do guia. Levantamento realizado pela Delegacia Geral da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul demonstra diminuição de 21% nos casos de feminicídio registrados no Estado entre os anos de 2016 e 2017. Entre o período de 1º de janeiro de 2016 e 31 de dezembro do mesmo ano foram registrados 34 casos consumados e 57 tentativas. No mesmo período de 2017 foram registradas 57 tentativas de feminicídio e 27 casos consumados. 
 

Felpuda


Malfeitos que teriam sido praticados em tempos não tão remotos podem ser a pedra no caminho de pré-candidatura que está sendo costurada. As conversas ainda estão nas “ondas da rádio-peão”, mas, com a proximidade da campanha eleitoral, há quem diga que isso se tornará uma tremenda dor de cabeça para quem vai enfrentar as urnas. Pior:  o dito não seria culpado direto, mas sim a sua...  Bem, deixa rolar para ver onde vai parar.