CAMPO GRANDE

Segurança trama assalto em empresa e dois são presos após roubo de R$ 40 mil

Crime aconteceu durante a tarde de segunda
16/04/2019 13:21 - RAFAEL RIBEIRO


Dois homens, de 37 e 43 anos foram presos acusados de praticar assalto a uma empresa de onde levaram um malote com R$ 40 mil. O crime aconteceu na tarde desta segunda-feira (15) em Campo Grande e descobriu-se que o segurança da empresa, o homem de 43 anos, teria tramado toda ação.

A prisão e apreensões de dinheiro, carros, arma de fogo e munições foram feitas pela Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos).

Segundo a polícia, a PM com a informação do roubo de malote na empresa. Um dos autores, de 37 anos, rendeu um funcionário do setor financeiro da empresa e supostamente também rendeu o comparsa, o segurança de 43 anos. O segurança é prestador de serviço de uma empresa armada terceirizada.

O homem de 37 anos aproveitou-se do momento em que o segurança e o responsável pelo setor financeiro saíam das dependências da empresa com o malote. O momento da abordagem, foi durante o embarque em um carro do diretor financeiro e contábil.

Ainda de acordo com o site, após o recebimento da informação do roubo, policiais iniciaram os trabalhos investigativos no local. Foi constatado que um veículo Fiat Punto havia sido utilizado durante o crime. O carro foi encontrado logo depois em um lava-jato na Vila Nova Campo Grande.

Segundo a polícia, posteriormente, os investigadores descobriram que o homem de 37 anos, que estava no Fiat Punto, recebia apoio do segurança que estava em um carro Renault Logan. Ambos foram abordados logo após saírem do lava jato.

Dentro do Renault Logan foram localizadas seis munições calibre 38 intactas. De acordo com a polícia, durante a prisão, ambos confessaram o crime e disseram que planejaram toda a ação com antecedência.

Parte do dinheiro subtraído, R$ 28.760, que estava com um parente do segurança foi recuperado. Na casa do homem de 37 anos, foram localizados mais R$ 870. A arma utilizada, um revólver calibre 38, municiado, também foi apreendido junto com os carros.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".