Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sábado, 22 de setembro de 2018

Região central

Reviva prevê nova tentativa
de povoar a Orla Ferroviária

Projeto, que faz parte da revitalização do Centro, deve ser lançado em agosto

17 MAI 2018Por DA REDAÇÃO07h:00

Além da revitalização da Rua 14 de Julho, outras ações também fazem parte do projeto Reviva Campo Grande, cujo financiamento total é de US$ 56 milhões do Banco Interamericano do Desenvolvimento (BID) mais contrapartida de mesmo valor da administração municipal. Entre as ações está nova tentativa de ocupar a Orla Ferroviária e afastar de lá.

“Não tem financimeno do BID, mas a prefeitura está pensando agora o centro de uma forma mais integrada. Na Orla Ferroviária temos que resolver um problema de confinamento e de uso. Então nós começamos projeto interno para a gente ver. Estamos estudando ainda e elaborando o projeto”, sustentou o secretário de governo, Antônio Lacerda, enfatizando que o local será inserido no Reviva Campo Grande, mas o recurso utilizado será próprio.

Para “salvar” o espaço, que foi inaugurado em 2012 e liga, a pé, as avenidas Afonso Pena até a Mato Grosso, Lacerda diz que o objetivo é que se tenha mais uso, se repense a questão dos vagões e tente-se criar suspiros para a orla permitindo maior mobilidade. “Teremos gastronomia e também secretarias instaladas ali. Vamos lançar em agosto, no aniversário da cidade”, sustentou.

* Leia a reportagem, de Natalia Yahn, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também