Campo Grande - MS, domingo, 19 de agosto de 2018

CONFERÊNCIA ESTADUAL

Municípios de MS têm crescente êxodo rural e precisam de regularização fundiária

Conferência irá discutir as demandas de melhoria das cidades

3 OUT 2017Por BÁRBARA CAVALCANTI12h:00

Os municípios de Mato Grosso do Sul têm como desafio em comum o crescente êxodo rural e os consequentes problemas relacionados à regularização fundiária. É o que apontou a coordenadora do Conselho Estadual de Cidades de Mato Grosso do Sul, Tânia Marques, na 6ª edição da Conferência Estadual das Cidades de Mato Grosso do Sul.  

Conforme a coordenadora, a questão do êxodo rural e de este ser uma demanda em comum de todos os municípios de Mato Grosso do Sul, ficou constatado durante as conferências municipais.

"As cidades não comportam a quantidade de pessoas que fazem esse deslocamento, o que gera então cortiços, favelas e problemas relacionamentos à regularização fundiária. O que fazer diante desta situação é o que será discutido nesta conferência", explicou.  

O evento começou hoje (3) e segue até amanhã (4), com  o objetivo de discutir as demandas de melhoria dos municípios, além das políticas de planejamento urbano.

Para o governador Reinaldo Azambuja, que esteve presente durante a solenidade de abertura, o evento serve como fórum de debate para discutir estas e outras demandas dos municípios.  

"Aqui é um fórum de debate de que tipo de cidade nós queremos no Mato Grosso do Sul, cidade com sustentabilidade, com planejamento urbano, com organização para o crescimento, com a acessibilidade, que são as pautas que a sociedade cobra, índices de saneamento melhor para que a gente possa focar em uma qualidade de vida melhor", declarou.  

Estão programados palestras e debates durante todo o dia, até às 19h de hoje e até às 18h de amanhã no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camilo, no Parque dos Poderes.  

Leia Também