Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

EFEITO CASCATA

Reajuste de vereadores é efeito de aumento do salário no STF, diz Trad

Reflexo do reajuste no STF deve elevar remuneração para R$ 35 mil

8 DEZ 18 - 12h:00ALINE OLIVEIRA E DANIELLA ARRUDA

O prefeito de Campo Grande, Marcos Marcello Trad (PSD), acredita que o projeto que solicita reajuste dos vereadores na capital é reflexo do aumento de salário dos magistrados do Superior Tribunal Federal (STF), aprovado na sexta-feira (7), pelo Senado Federal. 

Na Capital, conforme emenda à Lei Orgânica nº 79/2018, o chefe do Executivo municipal passa a receber R$ 25.178,17 neste mês, o que corresponde a 71% da remuneração dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) – que aumentará de R$ 33.763,00 para R$ 39.293,32, caso seja sancionado pelo presidente, Michel Temer. 

"Eu ainda não tive acesso ao projeto, mas acredito que deva ser justo já que a justificativa é de que a remuneração não é atualizada desde 2012. Agora se esta situação incomoda tanto, é só pedir que o Bolsonaro revogue o aumento do STF quando tomar posse", declara.

Conforme publicado pelo jornal Correio do Estado, os reajustes continuarão até 2021, quando o subsídio do prefeito da Capital será de R$ 35.462,22.

Em menos de 30 dias, Marcos Trad, receberá dois aumentos salariais, cujo total lhe garante R$ 7.957,37 a mais no pagamento recebido atualmente, que é de R$ 20.412,42. 

O projeto da Câmara Municipal  foi aprovado por unanimidade entre os parlamentares, com teto de 75% do valor do salário dos deputados estaduais, na próxima legislatura, entre 2021 e 2024. 

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Júri condena dois acusados de atacar judeus em 2005 em Porto Alegre
BRASIL

Júri condena dois acusados de atacar judeus em 2005 em Porto Alegre

BRASIL

Brumadinho: sobe para 212 o número de mortos identificados em tragédia

BRASIL

Caminhoneiros se mobilizam para nova paralisação, mostra monitoramento

BRASIL

Líder rural é assassinada a facadas em assentamento no Pará

Mais Lidas