INVESTIGAÇÃO

Rapaz passa mal e morre <br>depois de dizer que fez <br>“pacto com o diabo”

O caso foi registrado como morte a esclarecer e será apurado pela Polícia Civil da cidade
12/09/2015 09:00 - VÂNYA SANTOS


A Polícia Civil investiga a morte de um jovem de 23 anos, que aconteceu por volta das 19h desta sexta-feira (11), depois de ele ter dito que havia feito “pacto com o diabo”. O fato, conforme consta no boletim de ocorrência, aconteceu em Sonora.

De acordo com o registro policial, o rapaz amanheceu agitado e agressivo e a família pediu ajuda para contê-lo. Quando militares chegaram na residência, ele pulou o muro e fugiu, sendo encontrado por volta das 10h, em um matagal.

Em conversa com policiais, o jovem disse que morreria e que havia feito “pacto com o diabo”. À tarde, ele foi encontrado bastante agitado, suando frio, debilitado e insistindo que morreria naquele dia.

O rapaz foi levado para o hospital, medicado e liberado. Em casa, passou mal, defecou sangue, foi novamente encaminhado para unidade de saúde, onde morreu. A família garante que ele não era usuário de drogas e o caso foi registrado como morte a esclarecer.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".