Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

FISCALIZAÇÃO

Radares começam a multar em mais cinco pontos da Capital

Desde o dia 7 de maio, os aparelhos funcionavam em caráter educativo

22 MAI 19 - 18h:08TAINÁ JARA

Radares começaram a multar por alta velocidade em cinco pontos de Campo Grande, nesta quarta-feira. De acordo com a Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), são três aparelhos no cruzamento da Avenida Afonso Pena com a Avenida Arquiteto Rubens Gil de Camilo, próximo ao shopping, e dois na Avenida Dr. Olavo Vilela de Andrade com a Rua Ramalho Ortigão, na Vila Albuquerque.

Desde o dia 7 de maio, os radares funcionam nestes pontos em caráter educativo. Com isso, 32 pontos de vias da Capital passam a ser monitorados de forma eletrônica e fixa. A velocidade máxima permitida nesses pontos é de 50 km/h. A previsão é que até o dia 31 de maio, outros quatro radares passem a fiscalizar com a finalidade de coibir as altas velocidades.

A fiscalização eletrônica por radares fixos foi retomada na Capital no final do ano passado, depois dos equipamentos ficaram quase dois anos sem funcionar. Entre final de 2016 e o final do ano passado, esta modalidade de aplicação de multas ficou suspensa. O motivo foi o encerramento de contrato com a empresa Perkons, responsável pelo gerenciamento das máquinas. Na época, 97 radares foram desligados em toda Capital.

ÓBITOS

Os óbitos no trânsito reduziram com reativação dos radares desde o final do ano passado. Conforme Agetran, entre janeiro e abril deste ano, foram 23 mortes contra 25 no mesmo período de 2017. No primeiro ano de radares desligados, as mortes subiram de 70 para 87.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ENSINO SUPERIOR

Candidatos em lista de espera do Sisu começam a ser convocados

O número de inscrições no Sisu foi 24,3% maior que 2018
BRASIL

Quase um quarto dos jovens brasileiros não estuda nem trabalha, revela IBGE

Homem é assassinado a tiros <BR>dentro de oficina mecânica
PONTA PORÃ

Homem é assassinado a tiros dentro de oficina mecânica

Estudioso de inovação e economia digital ministra palestra na Capital
INOVAÇÃO E TECNOLOGIA PARA MPE's

Estudioso de inovação e economia digital ministra palestra na Capital

Mais Lidas