Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

BR-060

Quadrilha tenta roubar carreta, vítima desconfia e bandido é morto pela polícia

Apenas um dos criminosos trocou tiros com equipe do BPChoque
07/07/2017 10:00 - BRUNA AQUINO E VÂNYA SANTOS


 

Quadrilha tentou roubar um caminhão e sequestrar o motorista na noite de ontem (6), próximo a um curtume, na rodovia BR-060, em Campo Grande. Presos foram identificados como Jhonys Aguero Harthmann, de 27 anos, Jader Luiz Paulino Dourados, de 28, e Kewyn Renan Costa Lopes de Souza. de 18. Já o comparsa Paulo Sergio da Silva, de 28, foi morto em troca de tiros com equipe do Batalhão da Polícia Militar de Choque (BPChoque).

Consta em boletim de ocorrência, que a vítima de 34 anos, dona de empresa de transporte e frete, estava em posto de combustível e recebeu a oferta de dois jovens para levar uma carga de milho até Nova Alvorada do Sul. Desconfiado de que poderia se tratar de falso frete, homem entrou em contato com o sócio, que acabou acionando a polícia atráves do 190 e combinou abordagem surpresa durante o caminho.

Equipe do BPChoque abordou condutor da carreta, ocupada por dois integrantes da quadrilha, sendo eles Jhonys Aguero e Kewyn Renan. Criminosos, ao verem os policiais, jogaram vários objetos no assoalho da cabine.

Durante abordagem, militares constataram que os bandidos tentaram dispensar um revólver calibre .22, uma faca do tipo açougueiro, um rolo de fio e luvas.

Dupla foi questionada pelos policiais sobre os objetos e o frete, mas acabou confessando que iria render a vítima, leva-lá para um cativeiro e conduzir a carreta até o Paraguai. Marginais levaram os policiais até o cativeiro, próximo ao assentamento Santa Mônica, onde deixariam a vítima.

Conforme a polícia, criminosos recebiam a todo momento mensagens do comparsa ainda não identificado, que orientava como eles deveriam agir no cativeiro. Ainda segundo os bandidos, uma outra pessoa conduziria o veículo até o país vizinho.

Motorista responsável por levar o veículo para o Paraguai chegou no local e informou aos militares que estava desempregado e havia sido contratado, por meio do Facebook, para levar a carreta até Ponta Porã.

Pouco tempo depois, outros dois criminosos chegaram em motocicleta para dar apoio aos bandidos. Eles também foram abordados pelos policiais, ocasião em que o condutor da moto, identificado como Jader Luiz, levantou as mãos e deixou o veículo cair. Já o comparsa Paulo Sergio tentou fugir a pé em direção a uma plantação de milho e fez vários disparos contra os policiais, que revidaram.

Paulo Sergio foi baleado, desarmado e encaminhado pelos próprios policiais até o Hospital Regional Rosa Pedrossian, porém, não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde.

Os outros três criminosos foram presos e encaminhados até a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) no Bairro Piratininga. Caso será investigado.

Felpuda


Malfeitos que teriam sido praticados em tempos não tão remotos podem ser a pedra no caminho de pré-candidatura que está sendo costurada. As conversas ainda estão nas “ondas da rádio-peão”, mas, com a proximidade da campanha eleitoral, há quem diga que isso se tornará uma tremenda dor de cabeça para quem vai enfrentar as urnas. Pior:  o dito não seria culpado direto, mas sim a sua...  Bem, deixa rolar para ver onde vai parar.