CAMPO GRANDE

Quadrilha é presa com mais de 1,2 mil cigarros contrabandeados

Suspeitos são reincidentes e foram presos no Monte Castelo
12/07/2019 16:44 - GLAUCEA VACCARI


 

Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico (Denar) prendeu quatro pessoas e apreendeu mais de 1,2 mil pacotes de cigarros contrabandeados, na manhã de hoje (12), no bairro Monte Castelo, em Campo Grande.

Polícia recebeu denúncia anônima de que havia um grupo transportando drogas e iniciou a ação. Os suspeitos, de 33, 30, 32 e 31 anos, foram abordados e equipe constatou que, a verdade, a carga se tratava de cigarros de origem estrangeira, de diversas marcas.

Com eles foram apreendidos cinco veículos, sendo um Celta, um Renault Logan e Palio Weekend diretamente ligados ao crime, e uma Hilux e um Audi oriundos da atividade criminosa. 

Diante do flagrante, os suspeitos disseram que receberam o contrabando em Ponta Porã para o transporte. Devido ao fato de receberem e transportarem produto sabendo que se tratava de contrabando, ele foram autuados por receptação. 

Os mesmos são reincidentes em receptação, o que, segundo a polícia, indica que se associaram para cometer crimes e, por este motivo, também foram autuados em flagrante por associação criminosa. Eles foram encaminhados à Denar, junto com os cigarros e veículos apreendidos. 

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".