PRF

Quadrilha é presa com 336 quilos<br> de maconha em Jardim

Quatro homens foram detidos em flagrante
15/04/2019 08:55 - BRUNA AQUINO


 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu ontem (13), 336 quilos de maconha e prendeu quatro homens no município de Jardim. Quadrilha estava dividida em dois veículos, sendo um como batedor e outro que estava transportando o entorpecente.

Conforme informações da PRF, foi abordado o veículo Golf, com placas de Uberaba (MG), conduzido por um homem de 32 anos e o passageiro de 48. A dupla apresentou nervosismo com as perguntas dos policiais e contradição nas respostas. O celular do homem tocava insistentemente durante a abordagem, o que gerou desconfiança da equipe. O condutor então confessou estar realizando o serviço de batedor para um Fiat Pálio, que estaria  em Jardim. Ele informou ainda a existência de um outro batedor que também estaria na cidade.

Uma equipe fazia ronda pela cidade e encontrou um Fiat Pálio com as características informadas pelo batedor. O veículo tinha placas de Uberaba (MG) e era conduzido por um homem de 20 anos. Após fiscalização no veículo, foi encontrada uma grande quantia de maconha. Foi constatado ainda que se tratava de um veículo roubado na cidade de Betim (MG) em 2016.

Todos os envolvidos se conheciam. Eles disseram que droga havia sido carregada em Bela Vista e seria levada até Belo Horizonte (MG).

Os presos juntamente com os celulares, veículos e a droga, foram encaminhados para Polícia Civil de Jardim.

 

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".