Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

de 6 a 17 anos

Projeto tenta dar nova vida
para dezenas de crianças em risco

21 SET 17 - 15h:34RODOLFO CÉSAR

Um projeto em Anastácio passou a ajudar crianças em situação de vulnerabilidade social a superar problemas e terem melhor perspectiva de vida. Apesar de ter mais de uma década de atuação, recentemente a organização não-governamental recebeu aportes financeiros de órgãos não-públicos para conseguir manter suas atividades.

A Associação das Mulheres Independentes na Ativa do Município de Anastácio (Amina) oferta aulas de sapateado, balé, violão e karatê e agora tem apoio financeiro do Criança Esperança e da Unesco para custear suas atividades.

Neste ano há 142 alunos de baixa renda, com idades entre seis e 17 anos, frequentando o projeto e as aulas gratuitas. A presidente da entidade, Nilma Infran, comentou que o trabalho é feito em contra turno escolar para manter os jovens na escola e garantir que os inscritos não fiquem na rua ou de forma osciosa quando saem das unidades de ensino.

"Anastácio é uma cidade pequena com poucas opções de cultura e lazer. Por isso estamos com este trabalho, para que possamos revelar talentos e tirar as crianças da rua, ajudando pais que não têm condições de pagar uma creche", explicou Nilma.

A Amina funciona no Centro da cidade, em espaço da Escola Cejar e também tem uma sala no Jardim Indpendência. As aulas são oferecidas de segunda a sexta, manhã e tarde. 

"O Programa Criança Esperança nos forneceu todos os materiais gratuitamente, como quimonos, tatames roupas e instrumentos musicais. Nesta quinta-feira ainda (21) vamos oferecer curso de confeitaria de graça para as mães dos alunos", explicou a presidente.

Com 13 anos de fundação, a associação passou a trabalhar com famílias em situação de exlcusão e ainda incluiu mulheres que foram vítimas de violência doméstica que moram em bairros e vilas de Anastácio. 

Durante todo o ano é possível participar das aulas e os interessados podem procurar a entidade na rua Acogo, 406, ou ligar no telefone (67) 3245-1790.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Em início de noite violenta, duas pessoas são assassinadas
DOURADOS

Em início de noite violenta, duas pessoas são assassinadas

Incêndio em terreno baldio localizado na área central assusta moradores
BATAYPORÃ

Incêndio em terreno baldio assusta moradores

Criminosos roubam R$ 230 mil de agência da Caixa na Capital
AERO RANCHO

Criminosos roubam R$ 230 mil de agência da Caixa na Capital

Festival do Sobá terá troca de convites do Rally dos Sertões
FEIRA CENTRAL

Festival do Sobá terá troca de convites do Rally dos Sertões

Mais Lidas