INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

Projeto de Campo Grande desbanca outros mil e consquista prêmio nacional

Projeto Conecta CG - QR Code foi vencedor no prêmio de Boas Práticas na Gestão Pública
02/10/2019 20:19 - GLAUCEA VACCARI


 

Prefeitura de Campo Grande foi a campeã do prêmio de “Boas Práticas na Gestão Pública”, conquistando o primeiro lugar com o projeto Conecta CG - QR Code, na categoria Gestão Pública Participativa. Prêmio foi entregue nesta quarta-feira (2), durante o  2º Congresso Nacional de Prefeitos, em São Paulo.

O Programa Conecta Campo Grande agrega um conjunto de iniciativas em infraestrutura e tecnologia, dentre elas o QR Code, com objetivo de tornar a cidade mais conectada e economizar em impressão de papel informativo, como folders e cartazes.

A Prefeitura instalou QR Code nas praças esportivas, onde a população pode acessar, por meio da leitura do códifo, os horários e aulas das modalidades ofertadas gratuitamente pelo Executivo Municipal.

Também há códigos em pontos turísticos para que os visitantes possam conhecer a história e a cultura da cidade. A tecnologia foi adotada inicialmente na Cidade do Natal, com informações sobre programação cultural, aos cardápios dos restaurantes, horários dos shows e espaço para o cidadão deixar a opinião sobre as atrações. 

O coordenador-geral da Associação dos Prefeitos do Estado de São Paulo, Edson, afirmou que mais de 1 mil projetos foram inscritos, sendo Campo Grande a ganhadora do primeiro lugar. 

Ao receber o prêmio, o prefeito Marcos Trad agradeceu a equipe e funcionários da prefeitura pelos projetos. "Nós precisamos, de fato, de um Brasil melhor, não apenas na teoria, mas na prática para deixarmos um legado de honestidade e transparência , com ações e, acima de tudo, com gestos”, declarou.

 

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".