EDUCAÇÃO

Professores e representantes da Prefeitura participam de audiência de conciliação

Acordo entre as partes pode dar fim a greve que já dura mais de dois meses
24/08/2015 16:13 - MARESSA MENDONÇA


Professores da Rede Municipal de Ensino (Reme) e representantes da Prefeitura participam da primeira audiência de conciliação na tarde desta segunda-feira (24) na sede do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. Um acordo entre as partes pode dar fim a greve dos docentes que já dura mais de dois meses.

Conforme o desembargador Romero Osmi Dias Lopes, se não houver acordo, um documento será enviado ao Ministério Público para que o órgão se manifeste sobre a greve. “Sem acordo, o MP se manifesta e a Justiça decide”.

Os professores pedem o cumprimento da lei 5.411 que trata do reajuste salarial em 13,01%, conforme o piso nacional. Uma assembleia foi realizada pela categoria na última quinta-feira (20) para debater o pagamento do reajuste de 13,01% parcelado em dez vezes, mas a Prefeitura não enviou documento com a proposta.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".