Campo Grande - MS, terça, 14 de agosto de 2018

paralisação

Professores aprovam indicativo
de greve em Mato Grosso do Sul

Promessa é iniciar atos a partir do dia 26 de julho

30 JUN 2017Por NATALIA YAHN18h:49

Professores da Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul aprovaram nesta sexta-feira (30) indicativo de greve. Caso o Governo do Estado não apresente proposta para reajuste da categoria, que de acordo com a Lei do Piso Nacional deveria ser de 7,64% a partir de janeiro deste ano, a promessa é de iniciar a greve no dia 26 de julho.

A data foi escolhida por ser o retorno do período letivo, com o início do segundo semestre - as férias começam no dia 10. No Estado são 25 mil professores - 11 mil deles convocados - e 9 mil administrativos em 365 escolas que atendem 270 mil alunos. 

O presidente do Sindicato Campo-grandense dos Profissionais da Educação Pública, Lucílio Nobre, informou que a categoria espera negociação.

“Na segunda-feira (quando o governo prometeu apresentar proposta de reavaliar o “reajuste zero”) se oferecerem 4% linear para todas as categorias, vamos aguardar nova negociação de como será concedido o restante, 3,64%. Não vamos abrir mão. Se não tiver  proposta nenhuma, vai ter greve. Acredito que o governo vai ter bom senso, já foram cinco reuniões sem nenhuma conclusão, são seis meses de espera”.

Leia Também