Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PREVISÃO DO TEMPO

Primeiros dias de junho serão de chuva e frio em Mato Grosso do Sul

Chuva deve ser intensa principalmente na região central do Estado
29/05/2020 18:01 - Fábio Oruê


O cenário climático em Mato Grosso do Sul não deve mudar no começo de junho, após um mês de maio chuvoso e frio. Os primeiros dias do próximo mês devem ser de chuva e frio em todo o Estado. 

Conforme previsão do Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec), as chuvas retornam para MS entre os dias 3 e 6 de junho, ocorrendo em todas as regiões Estado. Os acumulados podem chegar até 70 milímetros, concentrados em municípios da região do central, como Campo Grande, Aquidauana e Dois Irmãos do Buriti. 

Ainda segundo o órgão, o tempo pode apresentar condições adversas, como chuvas intensas, ventos fortes, raios e queda de granizo.Como os volumes estimados estão altos para o período decorrente aos sistemas atmosféricos transientes, atenção a possíveis pontos alagamentos, enxurradas temporárias e transtornos à população que possam eventualmente ocorrer nos municípios. Ar frio de forte intensidade também é esperada neste período. 

ATENÇÃO

Mato Grosso do Sul está em alerta para baixa umidade relativa do ar, variando entre 30% e 20%, conforme aviso do Instituto Nacional de Meteorologia publicado nesta sexta-feira (29). Segundo especialistas, essa condição climática pode trazer riscos à saúde humana, provocando o surgimento de sintomas de doenças respiratórias, como bronquite, asma e rinite.

Em tempo de pandemia de coronavírus, o tempo seco pode ainda aumentar as notificações de Covid-19, explicou a gerente técnica de Influenza e Vírus Respiratórios da Secretaria de Estado de Saúde (SES), Lívia de Mello Almeida Maziero.

“Nessa época do ano o clima é favorável para a circulação de vírus respiratórios. As pessoas ficam mais suscetíveis às infecções e todo sintoma respiratório acaba gerando suspeitas de Covid-19. Por isso o aumento das notificações”, ressaltou.

Com alerta válido para todo o MS, a orientação às pessoas é clara: beba bastante líquido; evite desgaste físico nas horas mais secas; e não se exponha ao sol nas horas mais quentes do dia. “Use máscara e não fique em locais fechados ou com aglomeração”, completou Lívia.

Para a Organização Mundial de Saúde (OMS), o índice ideal da umidade relativa do ar varia entre 50% e 80%.

 
 

Felpuda


Figurinha começou a respirar aliviada, embora ainda esteja na corda bamba. Isso porque mudou de mãos o processo cuja sentença poderá mandá-la para casa definitivamente. Assim, pela “jurisprudência” com a qual o “analista” é conhecido, pode ser que o resultado seja bastante favorável, permitindo que a então desesperada pessoa continue com o assento em Brasília. Vamos ver!