TEMPO

Previsão de calor e baixa umidade<br> do ar nesta quarta em MS

Temperatura máxima atinge 34°C em todo o Estado
22/05/2019 07:23 - BRUNA AQUINO


 

Nesta quarta-feira a previsão será de altas temperaturas e baixa umidade do ar em todo o Mato Grosso do Sul. Mesmo assim o tempo deve ficar parcialmente nublado a nublado e haverá  pancadas de chuva e trovoadas isoladas no sul e sudoeste com possibilidade de chuva isolada no centro e Pantanal. Nas demais áreas, tempo é de claro a parcialmente nublado.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), nesta quarta-feira, o tempo volta a se estabilizar no sul/ sudoeste do estado com a aproximação de uma frente fria vinda do Paraguai.

No restante do estado ainda faz calor e a umidade ainda persistirá baixa até o início da tarde. O índice registrado hoje foi de 25%, extremamente baixo do índice indicado que é acima de 50%. Nessas situações, meteorologistas indicam maior consumo de água, para hidratação, uso de umidificadores nos ambientes da casa e cuidados com a pele.  

Em Campo Grande, a previsão é de tempo claro a parcialmente nublado passando a nublado com possibilidade de chuva em áreas isoladas no final do período. A temperatura máxima na Capital é de 32°C.

No interior do estado, mas precisamente nas cidades pantaneiras como Corumbá e Aquidauana, o tempo será claro a parcialmente nublado com névoa seca e umidade abaixo dos 30%.

 

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".