Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPO GRANDE

Prefeitura lança edital para interessados em programa de parceria no esporte

Objetivo é obter recursos para melhorias em praças esportivas
22/07/2019 14:26 - RAFAEL RIBEIRO


 

A Prefeitura de Campo Grande, por meio da Fundação Municipal de Esportes (Funesp), tornou público através do Diário Oficial do município desta segunda-feira (22) a abertura de chamamento público para realização de parcerias para implementação do Programa Parceiros do Esporte nos Parque Jacques da Luz, Vila Nasser, Ecológico Sóter, Praça Belmar Fidalgo e Centro Municipal de Treinamento Esportivo (CEMTE).

O edital tem como objeto o chamamento de pessoas físicas e/ou jurídicas de direito público ou privadas, interessadas em realizar parcerias para implementação do programa.

O interessado deverá entregar entre esta segunda-feira (22) até sexta-feira (26), das 8h00 às 11h00 horas e das 13h30 às 17h00 horas, na Fundação Municipal de Esportes (FUNESP), situada na Rua Dr. Paulo Machado nº 663, bairro Santa Fé, região central de Campo Grande, suas propostas.

O parceiro que aderir ao programa poderá realizar a exposição visual de sua marca e de eventuais parcerias adicionais, no espaço revitalizado e/ou construído da Funesp.

O programa objetiva a promoção e integração de esforços e de recursos financeiros para implementação das ações ligadas às áreas específicas da pasta.

As empresas ou pessoas físicas ficarão encarregadas da manutenção, edificação de prédio e reforma de espaços sob administração dos órgãos gestores do esporte, lazer e cultura, bem como aquisição de materiais e bens para os projetos.

Felpuda


Tudo indica que o MDB não conseguiu convencer o PSDB de iniciar namoro com vistas a casamento nas eleições, e a ideia teria sido descartada. Os tucanos demonstraram que o problema deles não é o cargo: os emedebistas ofereceram a vaga de vice na disputa à Prefeitura de Campo Grande, a mesma cobiçada pelos tucanos, mas na chapa do PSB do atual prefeito. A questão, politicamente falando, seria, digamos, o oferecido “noivo”. Afe!