Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 21 de janeiro de 2019

DECRETO MUNICIPAL

Prefeitura identifica 1.500
grandes geradoras de lixo

A expectativa é de que mais 1.500 sejam indentificadas em 2019

14 JAN 2019Por IZABELA JORNADA12h:48

Prefeitura de Campo Grande identificou 1.500 grandes geradoras de resíduos sólidos em 2018. Desse total, 394 empresas já foram notificadas. De acordo com a superintendente da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana (Semadur), Gisseli Giraldelli, a expectativa é de que mais 1.500 sejam identificadas ainda esse ano.

O secretário da Semadur, Luis Eduardo Costa, afirmou que as 1.500 inscrições identificadas já foram isentas da taxa de lixo a partir de 2019, porém, as empresas que ainda serão identificadas poderão pedir o ressarcimento da taxa de lixo, após serem enquadradas na lista de grandes geradores. “Mesmo sem saber se vamos ser enquadrados ou não, nós já pagamos a taxa para não correr o risco de sermos penalizados”, declarou o presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Juliano Wertheimer.

A superintendente da Semadur declarou que 2019 será um ano de transição, mas decreto foi publicado em setembro de 2018 e as empresas consideradas grandes geradores já deveriam ter, “por livre e espontânea vontade”, apresentado o PGRS. “Mas sabemos que no Brasil é assim mesmo, enquanto não obrigamos, ninguém faz”, disse Giraldelli.

Além de empresas privadas, instituições também deverão se enquadrar a nova lei, o Exército, a Santa Casa e o Ministério Público Estadual (MPE), por exemplo.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também