Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

APÓS CONFUSÃO

Prefeitura dá posse a conselheiros tutelares de Campo Grande

Eleição foi marcada por polêmicas e cinco eleitos tiveram candidaturas questionadas na Justiça

10 JAN 20 - 15h:59ADRIEL MATTOS

A prefeita em exercício de Campo Grande, Adriane Lopes (Patriota), deu posse nesta sexta-feira (10) aos 25 novos conselheiros tutelares. Os eleitos vão atuar nas regiões norte, sul, centro, Bandeira e Lagoa.

77 pessoas concorreram aos cargos, em outubro de 2019. A eleição foi marcada por denúncias e polêmicas. Inicialmente, foram 215 candidatos, mas o exame realizado em junho do ano passado foi invalidado. No mês seguinte, 265 candidatos participaram da avaliação.

O dia da eleição, 4 de outubro de 2019, foi marcado por filas e reclamações. Mesmo com o voto facultativo, cerca de 30 mil eleitores compareceram às urnas, segundo a Comissão Eleitoral, o dobro do esperado.

Pela manhã os primeiros problemas começaram a ser registrados. Diversas pessoas afirmam que os locais de votação previstos no edital não estavam abertos. Boca de urna e transporte irregular de eleitores foram as principais queixas.

Com isso, o Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul (MPMS) recomendou que o pleito fosse suspenso, o que acabou ocorrendo duas semanas depois, em 16 de outubro. Nove dias depois, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) finalmente divulgou o resultado.

Dos 25 eleitos, cinco estão com a situação indefinida devido a questionamentos na Justiça. Conforme a Comissão Eleitoral, foram 20.349 votos apurados em 60 seções que estavam espalhadas pelas maiores regiões da Capital, além dos distritos de Anhanduí e Rochedinho. Os votos válidos somaram 20.166.

As ações serão julgadas ainda esse ano e que as audiências estão marcadas para 2020. Caso os cinco eleitos com pendências perderem o mandato, a prefeitura dará posse a suplentes. Em regime de dedicação exclusiva, os 25 novos conselheiros cumprem carga de 40 horas semanais, além de plantões, recebendo salário de R$ 5.186,46.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Megaoperação contra a dengue premiará moradores que mais ajudarem nas ações
COMBATE AO AEDES

Megaoperação contra a dengue premiará moradores que mais ajudarem nas ações

Mais de 24 mil candidatos fazem prova para seleção de professor neste domingo
REDE ESTADUAL DE ENSINO

Mais de 24 mil candidatos fazem prova para seleção de professor neste domingo

Menina de 4 anos é internada em estado grave após picada de escorpião
SEGUNDO CASO EM MENOS DE UM MÊS

Menina de 4 anos é internada em estado grave após picada de escorpião

Redução nas refinarias não chega às bombas e gasolina aumenta em MS
COMBUSTÍVEIS

Redução nas refinarias não chega às bombas e gasolina aumenta em MS

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião