Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

PESQUISA

Preços de materiais escolares
variam até 914% em livrarias da Capital

Mini dicionário custa R$ 2,76 em um estabelecimento e R$ 28 em outro

9 JAN 19 - 09h:40IZABELA JORNADA

Pesquisa feita por técnicos da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS) apontou diferença de preços em materiais escolares acima de 900% entre 11 livrarias de Campo Grande. A maior diferença de preços encontrada foi no mini dicionário da marca Todo Livro Scottini de 352 páginas. O produto custa R$ 2,76 em uma livraria, enquanto em outro estabelecimento é encontrado po R$ 28,00. Na internet o produto é comercializado por R$ 3,99.

O levantamento foi feito entre os dias 2 a 8 de janeiro quando técnicos percorreram 11 estabelecimentos comerciais na Capital verificando os preços de itens básicos das listas solicitadas pelas escolas.
Neste período, que antecede a volta às aulas, o Procon alerta para a importância de se fazer pesquisas em livrarias e papelarias.

Em segundo lugar, o item com maior disparidade de preço foi o esquadro com diferença de 878,26%, sendo encontrado para venda de R$ 0,46 a R$ 4,50. Itens como apontador de plástico simples e lapiseira apresentaram variação de 660% e 491,74%, respectivamente.

“Como a variação apontada foi muito alta, comparar os preços é fundamental para o consumidor conseguir economizar trazendo economia para esse momento tão difícil e de tantas despesas que é o início do ano”, avalia o superintendente do Procon Estadual, Marcelo Salomão.

Ele destaca, contudo, que preço é importante, mas não é o único fator a ser avaliado na hora da compra. “A decisão deve levar em conta também a qualidade do produto, se está apto a ser usado, se tem procedência, tudo isso deve ser analisado”, ressaltou.

AUMENTO NOS PREÇOS

Neste ano, a equipe do Procon Estadual pesquisou 249 itens de material escolar em estabelecimentos comerciais especializados. Segundo o Procon, foi registrado aumento de 8,26% no preço do material escolar em relação ao ano passado. Em 2019, o preço médio dos produtos pesquisados ficou em R$ 9,30. Em 2018, havia sido de R$ 8,59.

Os locais visitados pela equipe do Procon Estadual foram Papelaria Franco, Livromat, Livraria Moderna, Microart, Shop Tudo, Suprimac e Zornimat localizadas na área central da  Capital e livrarias Lê,  Lusa, São Paulo e Cometa situadas  em bairros diversos de Campo Grande.

Confira a pesquisa completa abaixo, com a lista dos estabelecimentos nos quais foram encontrados os maiores e menores preços.


 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Homem é preso duas vezes em 24h por ameaçar pessoas com facas
BATAGUASSU

Homem é preso duas vezes em 24h por ameaçar pessoas com facas

Jovem embriagado bate o carro e acaba preso pela polícia
SANTA RITA DO PARDO

Jovem embriagado bate o carro e acaba preso pela polícia

PERFIL GENÉTICO

Pelo DNA, PF confirma participação de criminoso em roubo a Banco na Capital

Ele também estaria envolvido na morte de agente
Homem tem casa invadida e as <BR>mãos decepadas em Ponta Porã
DE MADRUGADA

Homem tem casa invadida
e as mãos decepadas

Mais Lidas