Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

PESQUISA

Preços de materiais escolares
variam até 914% em livrarias da Capital

Mini dicionário custa R$ 2,76 em um estabelecimento e R$ 28 em outro

9 JAN 19 - 09h:40IZABELA JORNADA

Pesquisa feita por técnicos da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS) apontou diferença de preços em materiais escolares acima de 900% entre 11 livrarias de Campo Grande. A maior diferença de preços encontrada foi no mini dicionário da marca Todo Livro Scottini de 352 páginas. O produto custa R$ 2,76 em uma livraria, enquanto em outro estabelecimento é encontrado po R$ 28,00. Na internet o produto é comercializado por R$ 3,99.

O levantamento foi feito entre os dias 2 a 8 de janeiro quando técnicos percorreram 11 estabelecimentos comerciais na Capital verificando os preços de itens básicos das listas solicitadas pelas escolas.
Neste período, que antecede a volta às aulas, o Procon alerta para a importância de se fazer pesquisas em livrarias e papelarias.

Em segundo lugar, o item com maior disparidade de preço foi o esquadro com diferença de 878,26%, sendo encontrado para venda de R$ 0,46 a R$ 4,50. Itens como apontador de plástico simples e lapiseira apresentaram variação de 660% e 491,74%, respectivamente.

“Como a variação apontada foi muito alta, comparar os preços é fundamental para o consumidor conseguir economizar trazendo economia para esse momento tão difícil e de tantas despesas que é o início do ano”, avalia o superintendente do Procon Estadual, Marcelo Salomão.

Ele destaca, contudo, que preço é importante, mas não é o único fator a ser avaliado na hora da compra. “A decisão deve levar em conta também a qualidade do produto, se está apto a ser usado, se tem procedência, tudo isso deve ser analisado”, ressaltou.

AUMENTO NOS PREÇOS

Neste ano, a equipe do Procon Estadual pesquisou 249 itens de material escolar em estabelecimentos comerciais especializados. Segundo o Procon, foi registrado aumento de 8,26% no preço do material escolar em relação ao ano passado. Em 2019, o preço médio dos produtos pesquisados ficou em R$ 9,30. Em 2018, havia sido de R$ 8,59.

Os locais visitados pela equipe do Procon Estadual foram Papelaria Franco, Livromat, Livraria Moderna, Microart, Shop Tudo, Suprimac e Zornimat localizadas na área central da  Capital e livrarias Lê,  Lusa, São Paulo e Cometa situadas  em bairros diversos de Campo Grande.

Confira a pesquisa completa abaixo, com a lista dos estabelecimentos nos quais foram encontrados os maiores e menores preços.


 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Ministério da Saúde descarta caso de coronavírus no RJ

Com maiores salários, Tribunal de Justiça poderá ter mais três desembargadores
MATO GROSSO DO SUL

Com maiores salários, Tribunal de Justiça poderá ter mais três desembargadores

Por dia, Campo Grande registra mais de um ataque de escorpião
CUIDADO

Por dia, Campo Grande registra mais de um ataque de escorpião

Pacote de R$ 3 bilhões em <br> obras será lançado em março
GOVERNO DO ESTADO

Pacote de R$ 3 bilhões em
obras será lançado em março

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião