PATRULHA DA CIDADE

Poste torto e de madeira prejudica moradores do Vila Alba

População diz que problema ocorre há mais de dois anos
17/05/2019 11:32 - BRUNA AQUINO


 

Moradores do Bairro Vila Alba reclamam de poste de alta tensão ainda de madeira que está torto e bastante sobrecarregado. O problema acontece desde 2017 quando o poste que deveria ser trocado por um de concreto foi infestado por cupins. Instalado na Rua Oviedo, no Bairro Vila Alba, o poste fica em frente a casa do aposentado Walter Machado Lemes, de 89 anos.

Ele mora no bairro desde 1975 e por cerca de 2 anos está passando por transtornos com o poste que não suporta mais fiação e que prejudicou a parede da casa onde mora. “Olha, eu já entrei em contato com a Energisa várias vezes, falam que vão arrumar, mas estou há dois anos nessa luta, a parede da minha casa até rachou por conta disso, o poste não comporta mais o peso dos fios”, contou.

O Correio do Estado entrou em contato com a concessionária de energia elétrica responsável por atender a cidade, a Energisa, que informou que possui um programa continuado de inspeção e avaliação de postes e que, seja de madeira ou concreto, a troca é efetuada quando identificada a necessidade. No caso citado pela reportagem, a concessionária informa que equipes foram enviadas ao local e a substituição do poste será realizada em 15 dias; prazo para que os clientes sejam avisados e possam se organizar antes do desligamento programado.

Ainda de acordo com a concessionária, em casos como esse, o cliente deve entrar em contato com a concessionária pelo telefone 0800 722 7272 ou com o Corpo de Bombeiros.

E você leitor, caso veja algum problema nas ruas de Campo Grande, não se intimide. Faça como os nossos leitores e se torne também um colaborador-cidadão. O Correio do Estado está ao seu lado para juntos cobrarmos uma cidade com ruas dignas. Fotografe e envie seu vídeo de até um minuto para nosso canal de comunicação de WhatsApp: (67) 99922-6705. Lembre-se de gravar suas imagens sempre na vertical (com o celular deitado) para melhor visualização do vídeo.

Ajude-nos na patrulha da cidade!

Poste antigo está trazendo dor de cabeça para os moradores. Foto: Valdenir Rezende



 




 

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".