Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

REVITALIZAÇÃO

Por R$ 4 milhões, governo vai reformar estádio Morenão

Projeto foi elaborado pela UFMS e a previsão é concluir até o fim de 2020

6 NOV 19 - 16h:34ADRIEL MATTOS

A Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) entregou nesta quarta-feira (6) ao governo do estado o projeto de revitalização do Estádio Pedro Pedrossian, o Morenão. Segundo o secretário especial de governo, Carlos Alberto de Assis, a primeira meta é entregar parte da reforma a tempo da abertura do campeonato estadual de 2020.

“Na sequência, vamos transformar o Morenão em uma grande arena de shows. Queremos que aqui também tenha jogos do campeonato estadual, jogos da Seleção Brasileira e vários eventos”, explicou Assis. O estádio também deve ser ocupado com repartições públicas estaduais e escolas de samba sem sede própria, para manter a estrutura ativa durante todo o ano.

O custo do projeto será de R$ 4 milhões, com recursos saindo do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor (Fundecon). “Quem infringiu regras e sofreu sanções, vai subsidiar essa revitalização. Nada mais do que justo, já que o consumidor é usuário do estádio”, disse o titular da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS), Marcelo Salomão.

Deve passar por reformas diversas estruturas do estádio, desde hidráulica, elétrica, arquitetura, mobilidade, banheiros, entre outros locais. O projeto levou quase dois meses e foi elaborado por 15 técnicos da UFMS. Até o fim de 2020, toda a revitalização deve estar concluída.

HISTÓRICO

O estádio Morenão ficou fora do campeonato estadual deste ano, após ser impedido de receber eventos esportivos desde 2014. Houve regularização em 2017. O Ministério Público do Estado (MPMS) não autorizou a liberação do Morenão para este ano, após não serem executados reparos, consertos e correções na estrutura.

O cronograma da revitalização foi definido após reuniões entre UFMS, governo do estado e MPMS. Caberá ainda ao Corpo de Bombeiros e à Polícia Militar a acompanhar e verificar se todas as exigências serão atendidas.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Teto do CTI da Santa Casa despenca por conta da chuva
CAMPO GRANDE

Teto do CTI da Santa Casa despenca por conta da chuva

Caçamba de caminhão levanta, derruba fiação e deixa bairro sem luz
CAIOBÁ

Caçamba de caminhão levanta, derruba fiação e deixa bairro sem luz

Vai pegar a rodovia? Tome alguns cuidados na sua viagem
CONFIRA DICAS

Vai pegar a rodovia? Tome alguns cuidados na sua viagem

Após quase dois meses, gripe volta a matar em Mato Grosso do Sul
INFLUENZA

Após quase dois meses, gripe volta
a matar em Mato Grosso do Sul

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião