Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

VERBA

Por meio de fundo, Estado repassa R$ 1,04 milhão para sete cidades

Dinheiro apoiará projetos sustentáveis e de preservação ambiental
12/02/2019 18:39 - RAFAEL RIBEIRO


 

Sete cidades de Mato Grosso do Sul fortam contempladas nesta terça-feira (12) com uma verba total de cerca de R$ 1,04 milhão do Governo do Estado por meio do Fundo Estadual de Defesa e de Reparação de Interesses Difusos e Lesados (FUNLES).

De acordo com publicação feita no Diário Oficial do Estado, o dinheiro repassado aos municípios será usado em obras de susterntabilidade e preservação ecológica definidas junto da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, quem autorizou o repasse.

Segundo a lista, a primeira cidade contemplada será Glória de Dourados, que ganhará R$ 190 mil como forma de apoio com recursos financeiros e aquisição de caminhão com carroceria para coleta seletiva de lixo reciclado.

Em seguida, a Semagro informou que outra cidade contemplada será Rio Brilhante, que receberá fundo de R$ 190 mil também para o mesmo rpopósito: compra de caminhão para coleta seletiva de lixo reciclado.

São Gabriel do Oeste, outra da lista, ganhará R$ 43,4 mil como forma de estruturação de uma brigada de combate à incêndios florestais da coordenadoria municipal de proteção e defesa civil muniicpal.

Santa Rita do Pardo, com R$ 165 mil, usará o dinheiro para aquisição de tela permanente e conjuntos de parques infantis.

Outra cidade contemplada será Selvíria, que ganhará R$ R$ 180 mil para compra de veículo tipo utilitário a fim de auxiliar o desenvolvimento do Projeto Adote uma Nascente, buscando uma metodologia participativa junto das comunidades assentadas no município para recuperar nascentes nessas áreas.

Em Terenos, os R$ 197 mil obtidos ajudarão na ampliação do viveiro de plantas do Parque Municipal Isaac Cardoso Filho.

Por fim, encerrando a relação, Alcinópolis ganhará R$ 80,2 mil para aquisição de triturador de galhos e troncos, visando atender diversas demandas de meio ambiente.

 

Felpuda


Político experiente tem repetido que não é o momento de falar em eleições. O momento é de tensão, de incertezas políticas e econômicas – como se o País fosse uma ilha de preocupações cercada pelo coronavírus por todos os lados. Em Mato Grosso do Sul, onde já se registrou morte pela doença e o número de casos só tende a subir, não poderia ser diferente. “É suicídio político para quem ousar falar em eleição neste momento”, conclui. Só!