Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

segunda, 18 de fevereiro de 2019 - 23h35min

tráfico fronteira

Polícia paraguaia prende 7 brasileiros
considerados chefes do tráfico

Na casa onde presos estavam, polícia apreendeu arsenal e drogas

10 NOV 17 - 16h:43LUANA RODRIGUES

Sete brasileiros, considerados poderosos traficantes de drogas na região de fronteira, foram presos em Pedro Juan Caballero, no Paraguai. A prisão foi durante operação realizada pela Polícia Nacional do país, nesta sexta-feira (10).

Hoje pela manhã, a informação era de que apenas dois brasileiros haviam sido presos, no entanto, no início da tarde, a polícia paraguaia confirmou que outros cinco homens foram detidos.

Os presos são o campo-grandense Kevin Alexandre de Oliveira Shimabukuro, 19 anos; o paulista Marcelo Ferrucci dos Santos, 42 anos; Dreissi Davanço Leal Pereira; Andreia Eleias de Sousa, ambas de 34 anos; além de França Le Sobares de Oliveira, Nelson Simões Gonçalves e Mateus Ferreira Feitosa, todos de nacionalidade brasileira.

Os sete detidos estavam num sobrado no cruzamento das Ruas de Guaviramí com Padre Hugo Irala Troche, em Pedro Juan Caballero.

No local, a polícia encontrou dois rifles de assalto - tipo M4, um rifle de ataque Ak47, uma espingarda, quatro armas da marca Canik, de origem turca, uma pistola PT 809 - marca Taurus, uma pistola 17 - marca Glock , além de carregadores de armas longas e curtas.

Além do arsenal, dois sacos contendo 52 tabletes de maconha também foram apreendidos.

A operação foi realizada pela Unidade Especial de Controle de Atendimento Mercantil Inteligente e Relacionados da polícia paraguaia, com apoio da Direção contra Fatos Econômicos e Financeiros Puníveis e Forças Especiais de Operações de Polícia.

DETIDOS

Marcelo era foragido do Brasil por tráfico de drogas. A Polícia Nacional do Paraguai suspeita que ele e Kevin estivessem ligados à facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), que avança para assumir o controle da distribuição de armas e drogas na fronteira.

Por este motivo, a Polícia Federal será consultada sobre informações de ambos, com intuito de identificar outros comparsas que possam estar agindo em solo paraguaio. 

Não é descartado que o armamento fosse enviado para o Brasil para uso em roubos e controle de áreas do tráfico. A polícia paraguaia analisa expulsar os presos para o Brasil.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Fake news são empecilho para aumento da vacinação contra HPV

BRASIL

Bolsonaro irá ao Congresso entregar texto da reforma da Previdência

Paraguai já prendeu 15 por planos de resgatar líderes do PCC em presídio
CRIME ORGANIZADO

15 já foram presos no Paraguai por planos de resgate do PCC

Novos portos vão investir   R$ 250 milhões em Murtinho
ECONOMIA

Novos portos vão investir R$ 250 milhões em Murtinho

Mais Lidas