Campo Grande - MS, terça, 21 de agosto de 2018

dono de bar

Comerciante conhecido como Joãozinho
morre com tiros de 9 mm

Crime foi em Sanga Puitã, que estaria passando por onda de violência

8 JUL 2017Por RODOLFO CÉSAR08h:40

Joãozinho, como é mais conhecido o comerciante João Cláudio Portilho, 42 anos, foi morto por um suspeito que portava pistola 9 mm. O assassinato foi na noite de ontem, em bar de propriedade de Joãozinho que fica no distrito de Santa Puitã.

A vítima tinha aberto seu estabelecimento que vende bebidas nas esquinas da Rua Adriana Merey com a Avenida Dourados e estava no interior do local. O bar fica a 15 quilômetros de Ponta Porã e também próximo da fronteira com o Paraguai. A região é conhecida como ponto perigoso por conta da ação constante de traficantes.

O site Porã News divulgou que o suspeito de matar Joãozinho entrou no comércio na noite de ontem e fez disparos contra a vítima. Vários tiros foram ouvidos por testemunhas. Logo depois da execução, o autor do homicídio saiu do local. Não houve relatos como ele fugiu, se de carro, moto ou a pé.

Socorro médico foi acionado, mas antes mesmo do atendimento chegar, o comerciante já estava morto.

Como a região é conhecida pela violência, há no distrito um posto da Polícia Militar que foi reformado em 2016 e, segundo o governo do Estado, funciona 24 horas. A equipe que estava de plantão foi chamada e chegou no local depois dos tiros.

Os PMs, então, acionaram agentes do Setor de Investigação Geral da Polícia Civil e peritos criminais para dar continuidade na ocorrência. Familiares de Joãozinho foram ao bar e prestaram informações aos investigadores, que também tentaram ouvir testemunhas.

A onda de insegurança no distrito é duradoura, conforme informado pelo Porã News.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também