Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

PONTA PORÃ

Adolescente de 16 anos mata cachorro de família a tiros

O jovem passou em frente a residência e gritou para o cão ficar quieto

10 AGO 15 - 15h:48NILCE LEMOS

Adolescente de 16 anos matou um cachorro a tiros, na madrugada desta segunda-feira (10), no bairro Parque dos Eucaliptos, em Ponta Porã, distante 346 km de Campo Grande.

Segundo o site Ponta Porã Informa, por volta das 0h10min, uma viatura policial militar foi acionada para atender uma ocorrência de disparo de arma de fogo na rua Apiacás, bairro Parque dos Eucaliptos. No local, os policiais foram informados que o adolescente T. B. E. de 16 anos, havia passado em frente a residência onde estava o animal e gritado para o cachorro de estimação da família ficar quieto. O menor ainda disse que buscaria uma arma para matar o cão.

De acordo com o site, pouco depois o adolescente retornou a frente da residência conduzindo uma motocicleta e efetuou três disparos de arma de fogo contra o animal, atingindo a parte lombar do cão, que morreu no local.

Conforme a reportagem, os militares foram até a casa do rapaz e foram recebidos pelo pai do jovem, mas o adolescente não foi encontrado. 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Corpo encontrado carbonizado no Anel Viário é de adolescente desaparecido
PONTA PORÃ

Corpo encontrado carbonizado é de adolescente desaparecido

PT e PSL devem ficar com quase 20% do fundo eleitoral
FUNDO ELEITORAL

PT e PSL devem ficar com quase 20% do fundo eleitoral

Secretaria está com matrículas abertas para escolas e unidades cívico-militares
EDUCAÇÃO

Abertas matrículas para escolas estaduais e unidades cívico-militares

Taxação de energia solar ameaça R$ 120 milhões em investimentos do FCO
MUDANÇA EM DISCUSSÃO

Taxação de energia solar ameaça R$ 120 milhões em investimentos do FCO

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião