Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

FRAUDES DE LICITAÇÕES

Policial e ex-secretário estão entre
presos em operação do Gaeco

Grupo estava envolvido em esquema de fraudes de licitações em Dourados

14 MAR 19 - 19h:28GLAUCEA VACCARI

Segunda fase da Operação Pregão, desencadeada hoje pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) cumpriu cinco mandados de prisão e outros oito de busca e apreensão contra organização criminosa envolvida em esquema de fraudes de licitações, em Dourados. Entre os presos estão policiais e ex-servidores da prefeitura. 

Conforme o site Dourados News, o policial civil Ademir Almada de Góes Junior e Maria Madalena Godoe Almada são dois dos presos. Ambos moram na Capital e são proprietários de uma empresa de refrigeração contratada pela prefeitura com dispensa de licitação. 

Também na Capital, foi cumprido mandado de prisão contra o ex-secretário de Fazenda, João Fava Neto. 

Em Dourados, foram presos o tesoureiro da prefeitura, Jorge Rodrigues de Castro e o ex-chefe de licitações do município, Anilton Garcia de Souza. 

FASES

A primeira fase da operação foi deflagrada em outubro do ano passado, com o objetivo de investigar como o grupo agia. Os documentos apreendidos comprovaram que eles falsificavam os registros e contrato, além de fazerem a dispensa indevida de licitação. A segunda fase da operação foi realizada em dezembro de 2018.

Na primeira fase, um contador do município, um secretário e dois vereadores foram os  alvos da ação. Ao todo, foram cumpridos 16 mandados nesta fase.

Em dezembro, Rosenildo França, ex-contador da prefeitura foi preso, juntamente com a esposa. Na ocasião, foram cumpridos ainda dois mandados de busca e apreensão. Em todos os casos, os mandados foram expedidos pelo juiz Luiz Alberto de Moura Filho, da 1ª Vara Criminal de Dourados.

O nome da operação “Pregão”, refere-se à modalidade de procedimento licitatório mais utilizada pelos investigados em sua atuação.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Primeira Organização Social<br> do Estado será substituída
SAÚDE

Primeira Organização Social do Estado será substituída

Operação investiga fraude em licitação para desvio de dinheiro público
ÁGUA CLARA

Gaeco cumpre mandado em empresa suspeita de fraude

Homem cochila, bate em caminhão e mulher fica presa às ferragens
TRÂNSITO

Homem cochila ao volante
e bate em caminhão

Governo promete pagar 12 meses <br> de Cassems para quem aderir ao PDV
DEMISSÃO VOLUNTÁRIA

Governo promete Cassems para quem aderir PDV

Mais Lidas