REVENDA DE ARMAS E MUNIÇÕES

Policiais são presos em operação contra tráfico internacional de armas

Mandados foram cumpridos na casa de militar da ativa e de sargento da reserva
31/05/2019 09:46 - GLAUCEA VACCARI


 

Um policial militar da ativa e um sargento da reserva da PM foram detidos na manhã de hoje (31), suspeitos de revenderem armas e munições contrabandeadas do Paraguai, em Dourados.

De acordo com o site Dourados News, os policiais foram alvos de operação para cumprimento de mandado de busca e apreensão. Ação contou com a Polícia Civil, Polícia Militar, Corregedoria da PM e Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron). 

Nas primeiras horas do dia, os mandados foram cumpridos na casa dos envolvidos. Na residência do sargento da reserva, foram encontradas e apreendidas várias munições de calibre .32, .38 e 765.

Ele foi autuado em flagrante por tráfico internacional de armas e está preso na 1ª Delegacia de Polícia Civil, mas deverá ser encaminhado para o Presídio Militar de Campo Grande.

Já o policial da ativa foi encaminhado à delegacia, onde foi ouvido e liberado, por não ter sido flagrado em posse de armas.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".