Domingo, 20 de Maio de 2018

Oiketikus

Policiais Civis estão entre os envolvidos em contrabando

Segundo secretário de Justiça do Estado, operação terá desdobramentos

18 MAI 2018Por DA REDAÇÃO07h:00

Policiais civis também estão entre os investigados por participação no megaesquema de corrupção, que favorecia o contrabando, principalmente de cigarros, na região fronteiriça de Mato Grosso do Sul. O esquema foi desmantelado na quarta-feira pelo  Grupo de Atuação Especial  de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), com apoio da Corregedoria da Polícia Militar. 

A participação de policiais civis foi confirmada pelo secretário de justiça e segurança pública do Estado, Antônio Carlos Videira, que defendeu a operação e disse que foi preciso “cortar da própria carne” para garantir a integridade das forças de segurança. 

Na última quarta-feira, 21 policiais militares foram presos na operação batizada como Oiketikus, em alusão à estrutura de seda e fragmentos vegetais construída por lagartas, que tem formato semelhante ao de um cigarro, que é o principal produto contrabandeado pela quadrilha.

* Leia a reportagem, de Luana Rodrigues, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

Leia Também