Campo Grande - MS, quarta, 15 de agosto de 2018

OLHA O GOLPE

Polícia procura estelionatário que aplicava golpe em venda de veículos

Cinco vítimas procuraram a Depac na manhã deste sábado

21 OUT 2017Por YARIMA MECCHI09h:44

A Polícia Civil de Campo Grande está a procura de um estelionatário identificado como Marcelo Souza Brito que aplica golpes na venda de veículos. Cinco vítimas procuraram a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) na manhã deste sábado (21) para denunciar os crimes.

Segundo relatos das vítimas a polícia, o homem anunciava a venda de carros em um site de compras e para fechar o acordo pedia o valor da entrada, que variava entre R$ 1,5 e R$ 2 mil, após o pagamento ele sumia.

No primeiro golpe ele usou o carro de Ednei Batista Lobo, de 31 anos. Segundo a vítima, ele fez uma entrevista de emprego com Marcelo e o mesmo pediu para tirar foto do seu carro pois estava vendendo um do mesmo modelo e ano.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, Marcelo disse que contrataria Ednei para trabalhar como motorista na empresa Cred Fácil, empresa essa que segundo Marcelo fazia empréstimos consignados e financiamentos de veículos. A vítima começou a trabalhar no dia 16 deste mês e passou a receber ligações de pessoas dizendo que haviam comprado um carro e queriam saber quando seria feita a entrega do veículo.

A jovem Camila Alves de Souza, de 20 anos, também trabalhou com Marcelo e foi avisada que tinha caído em um golpe. O mesmo estava tentando alugar um imóvel no nome dela. Ela informou que o suspeito pediu para que ela comprasse dois chips de celular.

Após a testemunha realizar o cadastramento, Marcelo pegou o codigo do qual disse que precisava e depois mandou a testemunha quebrar os dois chips, mas a mesma não quebrou pois ficou com medo.

Ainda na linha de golpes, está Tamiris Fernanda Vieira Silva, de 22 anos. A jovem e o marido foram atraídos pela compra de um Gol branco anunciado na internet. Eles são de Rio Negro e vieram a Campo Grande para oficializar a compra.

O carro estava sendo anunciado pelo valor de R$ 1,5 mil de entrada e mais 48 parcelas de R$ 399. A vítima entrou em contato com o Marcelo no dia 17 e ele pediu para que ela passasse todos os seus documentos e dessa forma iria verificar qual banco aprovaria o financiamento.

No período da tarde o suspeito retornou a ligação informando que o financiamento para a compra do veículo havia sido aprovado e a convidou a comparecer no outro dia com o dinheiro da entrada e todos os documentos originais.

A jovem veio a Campo Grande e deu R$ 2 mil de entrada e Marcelo lhe forneceu um recibo sem nenhuma informação de documentos ou assinatura. Ela só pegou o recibo, dobrou e guardou sem verificar se Marcelo havia colocado seus dados. Ficou acordado entre as partes que na segunda-feira iriam a um cartório para passar o veículo para a vítima.

Roger Serrano da Silva, de 21 anos, e seu tio Heleno Serrano, de 39 anos, também foram à delegacia registrar Boletim de Ocorrência contra Marcelo. O jovem ligou para o suspeito a pedido do tio para a compra de um Fiat Pálio. A vítima pagou R$ 1,5 mil de entrada e o restante do valor seria parcelado em 48 vezes de R$ 569. Informa ainda que Marcelo mostrou o veículo que estava em uma garagem na Avenida Mascarenhas de Moraes.

Todos os envolvidos procuraram a polícia, mas apenas das vítimas tem a imagem do suspeito. O caso foi registrado como estelionato.

Leia Também