Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

UM DIA DE FÚRIA

Polícia prende homem acusado de atirar contra militares do CMO

Usando farda, abriu fogo contra sede do Exército em 2015
13/07/2019 09:59 - RAFAEL RIBEIRO


 

Os setores de investigação da Delegacia Especializada em Repressão aos Crimes de Homicídios (DEH) e da Delegacia de Polícia Civil de Bodoquena conseguiram prender nesta sexta-feira (13) Willian Parra Gonzales, 25 anos, acusado de atirar contra militares do Comando Militar do Oeste em 2015.

Gonzales possuía em seu desfavor um mandado de prisão de 21 anos de prisão em regime fechado.

Ele foi condenado por tentativa de homicídio por conta do episódio do CMO, quando baleou dois militares que guardavam a portaria do local, na região oeste de Campo Grande.

Conforme uma das vítimas, na ocasião o acusado passou em uma motocicleta, usando a farda do exército e efetuou disparos em sua direção atingindo sua perna e o pé do seu companheiro de guarda. Ele teria efetuado seis disparos, ao todo.

Durante o curso da Ação Penal evadiu-se de Campo Grande e se mudou para Bodoquena, onde foi localizado e preso após levantamentos policiais.

Felpuda


Vereador de Campo Grande fez pronunciamento com forte teor preconceituoso que obviamente não agradou, principalmente as mulheres. A repercussão negativa foi grande e ele teve de ler cobras e lagartos em seu perfil nas redes sociais. Assim, correu para publicar nota de esclarecimento tentando colocar panos quentes e se comprometendo a, já na próxima sessão, solicitar a retirada de sua fala dos chamados “anais da Casa”. Também, pudera!