Campo Grande - MS, domingo, 19 de agosto de 2018

tráfico

Polícia paraguaia destrói
52 toneladas de maconha

Senad faz incursões em mais duas áreas de plantio

15 FEV 2018Por DA REDAÇÃO06h:00

A polícia paraguaia intensificou as operações contra a produção de maconha no país e impediu que pelo menos 52 toneladas da droga fossem enviadas por traficantes ao Brasil, via Mato Grosso do Sul.

Agentes da Secretaria Nacional Antidrogas (Senad), com apoio das Forças Armadas e do Ministério Público, foram mobilizados para um cerco à região de Curuguaty, onde vinham sendo observadas grandes plantações de maconha.

Segundo as informações divulgadas ontem pela Senad, somente nesta ação inicial, foram destruídos dois acampamentos estruturados com todos os materiais e equipamentos utilizados no processamento da droga. 
Também foram localizados e destruídos 17 hectares de pés de maconha, que resultariam em pouco mais de 50,5 toneladas do entorpecente, produção essa geralmente enviada ao Brasil. 

Os agentes encontraram 1,5 tonelada da droga picada e ensacada, pronta para ser transformada em tabletes. A estimativa é de que a operação tenha dado ao narcotráfico um prejuízo superior a 1,5 milhão de dólares.

*Leia reportagem, de Thiago Gomes, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Leia Também