Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sexta, 19 de outubro de 2018

CASA DE PROSTITUIÇÃO

Polícia não tem como controlar que 'Dani Gaúcha' abra casa em outro endereço

Apesar de tornozeleira, cafetina pode funcionar em outro local

10 AGO 2018Por RAFAEL RIBEIRO E GLAUCEA VACCARI17h:40

Não há como controlar que 'Dani Gaúcha', 29 anos, mulher apontada como a responsável pela casa de prostituição fechada na noite da última terça-feira (7), abra seu estabelecimento em outro imóvel de Campo Grande ou em outra cidade.

A informação é do delegado Paulo Sá, titular da Delegacia Especializada de Ordem Política e Social (Deops), que deve encerrar o inquérito que culminou na prisão, sem novidades. Investigações apontaram que a mulher era a única responsável pelo empreendimento.

Segundo Sá, a casa onde funcionava anteriormente o prostíbulo está oficialmente fechada. O imóvel era alugado e o proprietário o pediu de volta. É aguardado apenas alguns laudos da perícia para a conclusão do caso e encaminhamento à Justiça.

'Dani Gaúcha' foi solta pela Justiça após pagar R$ 10 mil de fiança. Ela responderá o crime em liberdade. A pena por manter local destinado à exploração de prostituição pode chegar a quatro anos. 

A casa de prostituição conhecida como 'Mansão da Dani' era localizada no bairro Itanhangá, região nobre de Campo Grande. A ação foi na noite de terça (7) e a responsável foi presa. Um cliente foi levado com todas as garotas para a delegacia. Vizinhos denunciaram o local ao Ministério Público Estadual (MPE) e o delegado Paulo Sá tomou conhecimento do caso por meio da reportagem do Correio do Estado.

A polícia apreendeu vários itens no estabelecimento, que tinha alvará de funcionamento de centro estético. Entre eles, vários cronômetros e celulares, comandas e anotações com nomes e preços. A investigação ainda está ouvindo os envolvidos no caso.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também