Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

TRÁFICO DE DROGAS

Polícia apreende cerca de 319 quilos de maconha em picape na BR-267

Motorista furou bloqueio policial, abandonou veículo e fugiu por matagal

1 JUL 17 - 18h:30GLAUCEA VACCARI

Polícia Militar apreendeu aproximadamente 319 quilos de maconha em uma picape, depois que condutor desobedeceu ordem de parada, na tarde de hoje, na BR-267, em Bela Vista.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, equipe realizava bloqueio policial na rodovia e ao se aproximar da barreira, Saveiro, que tinha dois ocupantes, demonstrou intenção de parar, mas condutor acelerou bruscamente, indo em direção a guarnição, que dava ordens de parada.

Motorista passou pelo bloqueio e seguiu pela rodovia em alta velocidade. Policiais perseguiram o veículo e suspeito entrou em uma plantação de milho, abandonou o veículo e dupla fugiu por uma mara densa.

Policiais encontraram o veículo, carregado com 311 tabletes de maconha, com aproximadamente 319 quilos. Alguns tabletes da droga foram rasgados pelos suspeitos, que jogaram a droga no meio do matagal.

PM fez diligências, mas suspeitos não foram encontrados. Veículo e a droga foram apreendidos e encaminhados a Delegacia de Polícia Civil do município.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Capital pede mais investimentos na área de infraestrutura
GOVERNO PRESENTE

Capital pede mais investimentos na área de infraestrutura

Tempestade com ventos de 131 km/h causa destruição em MS
ASSUSTOU MORADORES

Tempestade com ventos de 131 km/h causa destruição

Proprietária expulsa ciclistas que se abrigavam de chuva em posto de combustíveis
VEJA O VÍDEO

Ciclistas são impedidos de se abrigarem de chuva em posto

BR-262 deve receber reformas com investimento de R$ 22 milhões
EMENDAS

BR-262 deve receber reformas com investimento de R$ 22 milhões

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião