Campo Grande - MS, domingo, 19 de agosto de 2018

Tráfico de drogas

PM preso com 104 quilos de crack foi dispensado por questões de saúde

Ele é considerado incapaz para o serviço conforme parecer médico

9 FEV 2018Por RENAN NUCCI10h:05

Preso com 104,5 quilos de crack na tarde de ontem, em Santa Catarina, o cabo da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, Abraão Messias Ribeiro, de 40 anos, estava sob dispensa por questões de saúde. Parecer emitido pela Junta Médica da corporação o considerou incapaz para o serviço. 

Segundo a assessoria de imprensa, Abraão é lotado no 4º Batalhão de Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai, e havia ingressado na PM em agosto de 1998, ou seja, servia há quase 20 anos. Por conta do afastamento, o processo de reforma já estava em andamento.

"O Comando da PM irá abrir procedimento administrativo para apurar os fatos da referida prisão e, ao final, tomar as medidas administrativas pertinentes conforme previsão nas legislações vigentes na corporação", lê-se em nota expedida pela assessoria.

FLAGRANTE

Abraão foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Santa Catarina transportando 104,5 quilos de crack na BR-101, em Itapema (SC). A droga era transportada em fundos falsos no assoalho do banco traseiro de um veículo Renault Duster com placas de Curitiba (PR). Durante abordagem, os policiais desconfiaram do nervosismo do condutor e acionaram equipe com cães farejadores.

Os animais acusaram presença de droga no local. O militar afirmou ter buscado a carga em Ponta Porã, com objetivo de levar até o litoral Sul de Santa Catarina. Ele foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Itapema, onde foi autuado em flagrante por tráfico. O veículo e o crack foram apreendidos.

Leia Também