Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

APREENSÃO

PF encontra meia tonelada de maconha em tanque de combustível

Condutor ainda tentou fugir, mas acabou sendo preso
19/04/2019 14:39 - FÁBIO ORUÊ


 

Polícia Federal (PF), de Mato Grosso do Sul e do Paraná, apreendeu quase meia tonelada de maconha, durante a madrugada de hoje (19), na região de Amambai, transportada no tanque de combustível de uma carreta. Dois homens foram presos na ação. 

Conforme informações da PF, os agentes realizavam fiscalização na rodovia quando a carreta, da cidade paranaense de Fazenda Rio Grande, não obedeceu a ordem de parada e começou a fugir, sendo parada pelos federais.

Em vistoria foram encontrados os tabletes de maconha no tanque, sendo o condutor que não teve a identidade revelada, preso em flagrante.

Em outro ponto da região, policiais federais de Cascavel (PR) e Naviraí observaram um veículo Fiat Siena, com placas de Osasco (SP), que ora trafegava em um sentido, ora em outro, na rodovia. Feita a abordagem, o condutor, que também não teve a identidade revelada, se mostrou bastante nervoso e, em entrevista, a equipe policial encontrou elementos concretos para vinculá-lo com a carga de droga da carreta.

Então o batedor foi preso em flagrante, em razão do auxílio na logística do transporte criminoso. O caso foi apresentado à Delegacia de Polícia Federal de Naviraí.

No transporte até a unidade policial, a carreta teve problemas mecânicos e a PF teve o apoio do Exército Brasileiro, por meio do Batalhão de Fronteira de Amambai.

 

Felpuda


Em uma das eleições em MS, candidato já oficializado na convenção corria o trecho para conquistar os eleitores. Mal sabia, porém, que time do seu partido e de aliados estava tramando sua derrubada para emplacar substituto que teria mais votos. Por muito pouco, o dito-cujo não foi guilhotinado, conseguindo salvar o pescoço. Agora tudo indica que o mesmo processo estaria em andamento e seria mais fácil, pois a “vítima” desta vez ainda é só pré-candidato. Dizem que a “turma da trairagem” tem know-now no assunto.