Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

MUNDO NOVO

Pescador é preso suspeito
de violentar sexualmente enteada por sete anos

O homem não usava preservativo e dizia que queria ter filho com enteada

1 SET 15 - 07h:43LAURA HOLSBACK

Pescador, de 62 anos, foi preso, ontem (31), suspeito de abusar sexualmente da enteada, de 15 anos, na cidade de Mundo Novo. Segundo a vítima, o homem a violentava havia sete anos e ameaçava de matar a família, caso revelasse a violência.

De acordo com informações da Polícia Militar, responsável pela prisão, o criminoso convivia com a mãe da adolescente há 13 anos e iniciou os abusos quando a menina tinha oito anos. Começou passando as mãos na genitália e quando ela completou 12 anos consumou o estupro.

O homem também é suspeito de ter abusado outras quatro filhas da convivente. No entanto, com as demais ele não chegou a ter relação sexual.

A adolescente relatou que não denunciou a violência anteriormente devido ao terror psicológico feito pelo estuprador. Segundo a garota, ele ameaçava matá-la, assim como a mãe e suas irmãs, caso fosse denunciado.

Nas relações, o padrasto não usava preservativos e não permitia que a vítima usasse métodos anticoncepcionais. Afirmava que queria ter um filho com a enteada.

PRISÃO

Na tarde de domingo (30), uma das irmãs da vítima a avisou que iria embora de casa, pois não suportava mais a “vida de escravidão” e maus tratos que o homem impunha na casa. Neste momento, chorando, a adolescente disse que para ela a situação era ainda pior, pois era vítima constante de abusos sexuais e ameaças.

Os abusos aconteciam quando o homem saía, supostamente, para ensinar a garota dirigir. No entanto, ela era levada para lugar sem movimentação e violentada sexualmente. 

Ontem, a vítima decidiu revelar o crime à polícia.

O suspeito responderá por estupro, ameaça e ainda posse irregular de arma de fogo, pois na casa dele foi encontrada uma espingarda de calibre 32 três munições intactas do mesmo calibre e 16 munições para revólver calibre 38, de origem estrangeira.

A polícia não informou se a mãe da garota prestou esclarecimentos.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Chuva derruba árvores, alaga ruas, deixa moradores ilhados e arrasta carros na Capital
TEMPORAL

Chuva derruba árvores, alaga ruas, deixa moradores ilhados e arrasta carros na Capital

Duas empresas disputam licitação de R$ 3,1 milhões para reforma de terminais
CAMPO GRANDE

Duas empresas disputam licitação de R$ 3,1 milhões para reforma de terminais

Prefeituras assumem seis escolas fechadas pelo Estado
EDUCAÇÃO

Prefeituras assumem seis escolas fechadas pelo Estado

MG: 14 pessoas que beberam cerveja Belorizontina correm risco de morte
BRASIL

MG: 14 pessoas que beberam cerveja Belorizontina correm risco de morte

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião