TRÊS LAGOAS

Pescador de 61 anos é flagrado com 300 metros de redes e pescado

Infrator foi encontrado na Cascalheira
19/04/2019 18:20 - ALINE OLIVEIRA


 

Um homem de 61 anos foi flagrado pela equipe da Policia Militar Ambiental (PMA), nesta quinta-feira (18), pescando no rio Paraná, em região conhecida como Cascalheira, nas proximidades da barragem de Jupiá, na operação Semana Santa. 

No momento em que foi encontrado, ele estava em uma embarcação e conferia seis redes de pesca (petrecho ilegal) emendadas, medindo 300 metros, que havia armado no rio. O pescador havia retirado 6 kg de pescado que já estava morto. 

No momento da retirada das redes, mais 5 kg de peixes vivos foram soltos no rio. Um barco, 6 kg de pescado e as redes foram apreendidos. O pescador, residente em Três Lagoas, foi autuado administrativamente e multado em R$ 820,00. Ele responderá por crime ambiental de pesca predatória. A pena é de um a três anos de detenção.

PRESERVAÇÃO

Fiscalizações preventivas dessa natureza são fundamentais para a prevenção à pesca predatória, tendo em vista o grande poder de captura e depredação dos cardumes, dos petrechos proibidos de pesca como esses retirados e apreendidos pelos policiais. 

Além disso, há grande dificuldade de deter os autores, pois tais petrechos são armados em curto espaço de tempo e os pescadores não permanecem no rio durante a pesca, fazendo somente a retirada dos peixes, também em tempo bastante curto.  

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".