Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quinta, 15 de novembro de 2018

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Parque dos Poderes poderá ser tombado como patrimônio histórico de MS

Projeto de lei está tramitando no Legislativo

8 NOV 2018Por IZABELA JORNADA12h:28

Parque dos Poderes poderá ser tombado como patrimônio histórico de Mato Grosso do Sul. O projeto de lei foi apresentado durante sessão desta quinta-feira (8) na Assembleia Legislativa e a proposta contempla o Complexo dos Poderes, que compreende as áreas do Parque dos Poderes, Parque Estadual do Prosa e Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande.

De autoria do deputado estadual Amarildo Cruz (PT), o projeto estabelece a proteção provisória da área, enquanto a Fundação de Cultura do Estado de Mato Grosso do Sul ficará responsável pela elaboração da instrução processual e o Conselho Estadual de Cultura pela preparação do parecer sobre o tombamento. “O Complexo dos Poderes é um importante equipamento urbano que precisa ser preservado, conservado e integrado ao Patrimônio Histórico-Cultural, Natural e Paisagístico do Estado”, afirmou o deputado.

O Parque dos Poderes reúne as sedes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, além do Comando da Polícia Militar e diversos órgãos estaduais e federais. O Parque Estadual do Prosa preserva amostras de ecossistemas do Cerrado, espécies da flora e fauna e as nascentes do Córrego Prosa.

Já o Parque das Nações oferece infraestrutura de lazer e esporte às margens de um lago formado pelas águas da nascente do Córrego Prosa. Nele estão abrigados a Concha Acústica Helena Meirelles, o Museu Dom Bosco, o Museu de Arte Contemporânea, o Monumento do índio e o Monumento à Zarabatana.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também