Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PREVENÇÃO À DENGUE

Para mutirão, prefeitura define áreas de transbordo para resíduos

Para mutirão, prefeitura define áreas de transbordo para resíduos
22/01/2020 08:30 - THIAGO GOMES


A prefeitura inicia nesta quarta-feira, pela Região Urbana do Imbirussu, mutirão para recolhimento de resíduos. Ontem, equipes da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep), começaram a preparar três áreas de transbordo. São locais onde a população poderá deixar os resíduos que serão coletados posteriormente para descarte.

As áreas de coleta  ficam no Bairro Nova Campo Grande, Núcleo Industrial e no Altos do Panamá, além do Ecoponto do Zé Pereira. Durante 10 dias estes locais estarão abertos (inclusive no sábado e domingo)  para receberem o material descartado pela população.

EVITANDO A DENGUE
A mobilização, que envolve uma força-tarefa com participação de várias secretarias, sob a coordenação da Secretaria Municipal de Saúde, faz parte das ações preventivas de combate ao Aedes aegypti - mosquito transmissor da dengue, Zika e Chikungunya. 

Ontem, o secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fiorese, acompanhado do pessoal que  estará na linha de frente do mutirão, se reuniu com lideranças comunitárias do Imbirussu, região ue concentra uma população superior a 100 mil pessoas, para pedir o apoio de todos a serem agentes multiplicadores de informação,para  o envolvimento na população no esforço de evitar epidemia de uma das três doenças transmitidas pelo Aedes aegypti.

O superintendente de Serviços Públicos da Sisep, Medhi Talayeh, alertou que não haverá coleta de casa em casa. “Não adianta tirar o lixo do quintal e jogar na calçada, porque o caminhão da prefeitura não vai passar e pegar”, disse. Mesmo porque,  o mutirão não abrange a coleta de galhos da poda de árvores,  entulhos de construção, pneus, animais mortos, lixo doméstico ou madeiras. Só será recolhido o que for deixado nas áreas de transbordo, numa lista que inclui 12  itens, que tem em comum, a possibilidade de se tornarem recipientes de água e servirem de abrigo para larvas do mosquito. 

Serão “coletáveis” sofás, fogões, pias, vasos sanitários, televisores, máquina/tanquinhos, tanques de lavar roupas, armários de aço, guarda-roupas, carrinho de mão e pias de cozinha.  Não haverá limpeza de terrenos baldios. As equipes só atuarão nas áreas públicas. 

Felpuda


Malfeitos que teriam sido praticados em tempos não tão remotos podem ser a pedra no caminho de pré-candidatura que está sendo costurada. As conversas ainda estão nas “ondas da rádio-peão”, mas, com a proximidade da campanha eleitoral, há quem diga que isso se tornará uma tremenda dor de cabeça para quem vai enfrentar as urnas. Pior:  o dito não seria culpado direto, mas sim a sua...  Bem, deixa rolar para ver onde vai parar.