Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

DIA MUNDIAL DA MULHER

Palestra busca desfazer tabus acerca da violência contra as mulheres

Evento acontece na segunda-feira no auditório da UFMS

9 MAR 19 - 14h:46FÁBIO ORUÊ

Palestra, que faz parte das ações da 13ª Semana da Justiça pela Paz em Casa, em alusão ao Dia Mundial da Mulher, celebrado ontem (8), traz o tema “Violência Doméstica: Quebrando o Tabu” ao anfiteatro da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), em Três Lagoas, na próxima segunda-feira (11).

A palestra será proferida pela juíza Daniela Endrice Rizzo, da 3ª Vara Criminal, junto com o defensor público Olavo Colli Jr. e a assistente social Sheila Regina Ferreira, tendo o juiz Vinícius Pedrosa Santos como mediador. As palestrantes abordarão conceitos de violência doméstica, aumento de denúncias, medidas protetivas, Lei Maria da Penha, entre outros pontos importantes sobre a violência doméstica contra a mulher.

A Semana da Justiça pela Paz em Casa visa conscientizar a população da necessidade de as mulheres vítimas de violência não se calarem, denunciando todo e qualquer tipo de agressão sofrida.

A palestra também desmistificará ditos populares como “em briga de marido e mulher ninguém mete a colher”, “lugar de mulher é na cozinha”, “mulher gosta de apanhar”, e mostrará como funciona o ciclo da violência doméstica e como a vítima deve proceder diante dos abusos, mostrando a quem ela pode recorrer.

De acordo com o Observatório Nacional da Violência Contra a Mulher, o país registrou em 2016 4.635 mortes em decorrência de violência e 402.695 novos processos foram abertos na justiça brasileira. Na comarca de Três Lagoas, a 2ª e a 3ª Varas Criminais registraram aumentos expressivos nos números: de janeiro de 2017 a janeiro de 2018, 1.652 processos foram anexados no acervo processual da Lei Maria da Penha.

*Com informações da assessoria 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Justiça suspende operações em mais uma barragem da Vale

BRASIL

STJ reduz pena de Elize Matsunaga, condenada por esquartejar marido em SP

Mulher será indenizada em R$ 15 mil depois de ser atingida por toldo de loja
JUSTIÇA

Mulher ferida por toldo de loja será indenizada

Shopping é condenado a pagar R$ 10 mil por falsa acusação de furto
CAMPO GRANDE

Shopping é condenado a pagar R$ 10 mil por falsa acusação de furto

Mais Lidas